PUBLICIDADE

Cícero faz coro para São Paulo manter Denilson: "fundamental"

31 mai 2012 - 19h45
(atualizado às 20h51)
Publicidade

Vinculado ao Arsenal, o volante Denilson ainda não tem futuro garantido no São Paulo. Em meio à luta do clube para manter o jogador até pelo menos a final da Copa do Brasil, o meio-campista Cícero aumentou o coro para manter o camisa 15 no time do Morumbi.

Cícero reforçou o desejo de que Denilson continue no clube tricolor
Cícero reforçou o desejo de que Denilson continue no clube tricolor
Foto: Bruno Santos / Terra

» Confira o vai e vem dos clubes no Mercado da Bola
» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

Segundo o jogador, Denilson tem papel "fundamental" no elenco comandado pelo técnico Emerson Leão. "Com certeza sou um cara para falar dele. No dia a dia fazemos aquecimento juntos e ele é muito profissional. Dificilmente ele vem para baixo e no nosso esquema tático é fundamental", ressaltou o camisa 16, nesta quinta-feira. "Ele é o primeiro volante que nos dá suporte, então tomara que continue conosco no São Paulo, porque, se não, fará muita falta", avisou.

Com a decisão do time londrino em pedir a reapresentação de Denilson no dia 30 de junho, o jogador pode ficar fora da possível decisão na Copa do Brasil - os dois jogos estão marcados para o dia 4 e 11 de julho, e, para chegar neles, o time tricolor precisa eliminar o Coritiba na semifinal.

No clube, a tentativa é de convencer os ingleses a adiar a apresentação do volante em, pelo menos, 15 dias - o jogador já havia demonstrado o desejo de ficar no São Paulo até o final deste ano. Apesar disso, a diretoria tenta não gerar expectativas e afirma não discutir "hipóteses".

Caso não tenha Denilson, Emerson Leão fica apenas Fabrício para esta função - Wellington operou o joelho e deve voltar apenas em outubro, enquanto Rodrigo Caio, que pode desempenhar este papel, não tem a confiança do técnico.

Contratado no início deste ano, porém, o ex-jogador do Cruzeiro atuou por apenas 81 minutos pelo time do Morumbi e recupera-se de sua segunda lesão na panturrilha direita desde que chegou. Seu retorno ao time titular pode acontecer diante do Internacional, 6 de junho, no retorno do Brasileiro, após a série de amistosos da Seleção.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade