0

Ceni rasga elogios a Sidão e vê São Paulo favorito ao título

Desde a aposentadoria do ídolo, nenhum goleiro conseguiu se firmar no time

13 ago 2018
00h01
atualizado às 09h25
  • separator
  • comentários

A aposentadoria de Rogério Ceni em 2015 deixou uma lacuna no gol do São Paulo. Desde então, Denis, Renan, Sidão e Jean tiveram oportunidades, mas até agora nenhum goleiro se firmou como titular absoluto ou caiu definitivamente nas graças da torcida tricolor. Na noite desse domingo, o próprio ídolo fez questão de falar sobre o recorrente tema de debate entre são-paulinos e, diferente de boa parte dos torcedores, encheu Sidão de moral.

"São todos grandes goleiros, os quatro que você citou, o Renan, o Denis, que eu tive o prazer de jogar contra recentemente, o Jean, que não tive tanto contato, garoto, jovem ainda, vai jogar com certeza no futuro, mas eu acho que o Sidão vem jogando muito bem pelo São Paulo, melhor que no ano passado até", avaliou Ceni, responsável, inclusive, pela contratação do arqueiro de 35 anos, em entrevista ao Resenha Espn.

"Eu acho que o Sidão tem sido um dos grandes goleiros do campeonato. É um time forte, alto, ele trabalha bem com os pés, tranquilo, com a faixa de capitão… Não é para qualquer um. O Sidão pode ser o goleiro do novo título Brasileiro", completou.

Rogério Ceni à beira do campo quando ainda era técnico do São Paulo
Rogério Ceni à beira do campo quando ainda era técnico do São Paulo
Foto: Alexandre Loureiro / Getty Images

A dificuldade que o São Paulo tem encontrado nos últimos anos de montar e encaixar um time competitivo explica parte dessa dificuldade que o clube de tem encontrado para substituí-lo, explica o "Mito", como era chamado pela nação tricolor.

"O Denis foi preparado mais do que eu fui com o Zetti. O Denis ficou sete anos (no clube). Sete anos é tempo, ele tinha 50 ou 60 jogos quando assumiu a titularidade, mas você tem de dar a sorte também de pegar um time bom".

Aliás, título é algo que Rogério Ceni acredita muito que seu ex-clube pode conquistar nessa temporada. Apesar da proximidade do Flamengo na tabela de classificação (38 a 37 pontos), o técnico do Fortaleza entende que a ausência do São Paulo na Copa Libertadores da América e na Copa do Brasil favorecem a equipe do Morumbi.

"Hoje o São Paulo é favorito, porque os outros estão envolvidos em outras competições. O Inter e o Atlético-MG (outros que só disputam o Brasileiro) também estão ali, vão brigar, mas os outros (Flamengo, Grêmio e Palmeiras) estão divididos em outras competições", argumentou, sem citar que o São Paulo segue vivo na Copa Sul-Americana, ao menos por enquanto.

Quando questionado sobre as semelhanças do atual grupo de Diego Aguirre com o São Paulo capitaneado por ele entre 2006 e 2008, período da conquista do tricampeonato seguido do Campeonato Brasileiro, Rogério Ceni concordou com seu ex-companheiro Richarlyson.

"Nosso time não era espetacular, não, mas nosso time era firme. Caras grandes, fortes", lembrou, citando alguns dos jogadores da época. "Era um time que tem características semelhantes. O São Paulo vem merecidamente liderando o campeonato", concluiu Rogério Ceni, comandante do líder da Série B.

Veja também

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade