PUBLICIDADE

Bahia vira sobre Ceará com 2 de Gilberto e cola no G-4

17 jun 2021 18h08
| atualizado às 18h41
ver comentários
Publicidade

O Bahia venceu o Ceará, por 2 a 1, nesta quinta-feira, em partida válida pela 4ª rodada do Brasileirão Série A. Com o triunfo de virada no Castelão, o clube tricolor soma sete pontos e ocupa a 6ª posição do campeonato. O Vozão, 12º colocado, tem quatro pontos.

Foto: Camila Lima / Futura Press

O atacante Gilberto, que balançou as redes duas vezes, é o artilheiro do campeonato com quatro gols.

O primeiro tempo começou intenso e as duas equipes atacaram. O Ceará de Guto Ferreira abriu o placar, mas o Bahia, comandado por Dado Cavalcanti, virou antes do intervalo - o time alvinegro teve, então, dificuldades para se impor no jogo.

Na etapa complementar, apesar de ter tido mais posse de bola, o Ceará não criou tantas chances claras de gol. Os mandantes até balançaram as redes, mas o árbitro anulou. Os visitantes, por outro lado, diminuíram suas linhas e se posicionaram de forma mais defensiva, buscando contra-ataques e a manutenção do resultado.

O jogo - Apesar da pressão inicial do Bahia, quem abriu o placar foi o time da casa. Aos 15 minutos, o atacante Saulo Mineiro recebeu passe no meio de campo e saiu em arrancada. Ele superou o zagueiro Luiz Otávio e, de cara para Matheus Teixeira, chutou rasteiro, por baixo do goleiro.

Ainda na primeira etapa os visitantes viraram o placar. Gabriel Dias, do Ceará, agarrou Luiz Otávio dentro da área. Após consulta ao VAR, o árbitro confirmou o pênalti. Aos 30, Gilberto bateu no canto direito do goleiro e converteu a cobrança, empatando a partida.

Oito minutos depois, Gilberto apareceu dentro da área após boa jogada de Thaciano e Matheus Bahia. O lateral-esquerdo cruzou, o atacante recebeu a bola e finalizou no canto direito de Vinícius Machado. Assim, o Bahia virou o jogo e foi para o intervalo em vantagem.

Aos 19 da segunda etapa, o Ceará marcou o gol de empate, mas o árbitro anulou. Ele assinalou pênalti, no entanto, a jogada continuou e os visitantes balançaram as redes. Após consulta ao VAR, Marcelo de Lima Henrique anulou a penalidade máxima e deu cartão amarelo para o meia-atacante Jorginho, por simulação. O segundo tempo, como um todo, foi mais disputado, tenso e contou com uma quantidade maior de faltas.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Ceará visita o Internacional, no domingo, às 16h00 (de Brasília). O Bahia enfrenta o Corinthians, em Pituaçu, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 X 2 BAHIA

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 17 de junho de 2021, quinta-feira

Hora: 16h00 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Steven Mendoza, Jorginho, Bruno Pacheco e técnico Guto Ferreira (Ceará); Matheus Teixeira, Edson, Thonny Anderson e Maycon Douglas (Bahia)

GOLS:

Ceará: Saulo Mineiro (aos 15 do 1º tempo)

Bahia: Gilberto (aos 30 e 38 do 1º tempo)

CEARÁ: Vinicius Machado; Gabriel Dias (Charles), Messias, Klaus e Bruno Pacheco; William Oliveira (Marlon) e Fernando Sobral; Steven Mendoza (Hélio), Jorginho (Vina) e Lima; Saulo Mineiro

Técnico: Guto Ferreira

BAHIA: Matheus Teixeira; Renan Guedes, Luiz Otávio, Juninho e Matheus Bahia; Jonas (Patrick), Thaciano (Lucas Araújo) e Daniel (Edson); Rossi (Óscar Ruíz), Gilberto (Maycon Douglas) e Thonny Anderson

Técnico: Dado Cavalcanti

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade