PUBLICIDADE

Brasil adota "passaporte de vacina" para retorno da torcida

Torcedores terão aplicativo nos jogos com Chronus i-Passport, que apresentará os testes negativos ou certificado de vacinação contra covid

29 jul 2021 10h40
| atualizado às 10h46
ver comentários
Publicidade

Com o retorno gradativo da torcida aos estádios, entidades e clubes já começam a pensar em alternativas para apresentação de certificado de vacina contra a Covid-19 e testes negativos, e os pioneiros são da região Nordeste. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) foi pioneira no Brasil ao homologar o sistema da plataforma Chronus i-Passport, da startup franco-brasileira Mooh!Tech, visando o retorno do público aos estádios, com segurança.

Foto: Divulgação/Paraná Clube
Foto: Divulgação/Paraná Clube
Foto: Lance!

Nesta semana, foi a vez da FCF (Federação Cearense de Futebol) e clubes como o Náutico, Fortaleza e Ceará aderirem à tecnologia inovadora no Brasil, testada e aprovada pelo mundo, a Chronus i-Passport. A ferramenta associa o conceito de passaporte aos certificados de vacinação e profilaxia, nacional e internacional, e funciona como um passe livre digital, permitindo a qualquer torcedor imunizado ou testado negativo estar apto a participar da partida, sem risco de propagar a Covid-19.

A Mooh!Tech desenvolveu o sistema para que seja um passe livre digital, que permite a qualquer torcedor imunizado ou testado negativo estar apto a participar da partida, sem risco de propagar o Covid-19. A tecnologia também se aplica com cunho social por viabilizar o cumprimento mais efetivo e seguro do planejamento desenvolvido pelas autoridades sanitárias, além de servir como contribuição pedagógica, influenciando boas práticas profiláticas e conscientização epidemiológica.

Para o retorno do público aos estádios em Pernambuco e Ceará, os torcedores precisarão ter validado seu i-Passport com teste RT/PCR 48 horas antes ou a vacinação, de acordo com o protocolo da autoridade local, feito em conjunto com federações e CBF.

O i-Passaport não será apenas para os torcedores, mas também aplicado para o staff, jogadores, comissão técnica, autoridades, serviços essenciais e imprensa. A leitura dos certificados será feita por QRcode em catracas ou leitura manual. Para adquirir, é necessário fazer o download e cadastro do app Chronus i-Passaport e ativar o modo premium para registro de testes ou vacina na rede homologada pela Mooh!Tech, detentora dos direitos e inteligência tecnológica da plataforma. No cadastro, os torcedores poderão colocar o time do coração, para que as entidades recebam parte da verba destinada.

Mas, para quem tiver interesse em fazer o pré-cadastro do Chronus i-Passport, pode acessar o site oficial do app, preencher o formulário e enviar a foto da carteira de vacina para ter acesso a versão Free do iPassport.

A Federação Pernambucana comemorou a parceria e explicou por que o aplicativo será importante para a retomada dos torcedores ao estádio.

"O passaporte é uma solução de registro de identificação de saúde. O uso contínuo permite o controle do status de saúde da população e a diminuição dos protocolos atualmente necessários para o retorno. Será uma credencial obrigatória para qualquer pessoa envolvida com futebol, atendendo as demandas essenciais nesse momento", disse Evandro Carvalho, presidente da federação pernambucana.

"Esta medida é um primeiro passo para que possamos ter a nossa torcida de volta ao estádio. É fundamental buscar soluções tecnológicas que facilitem este retorno, sem abrir mão da segurança e dos protocolos que serão feitos. O Náutico larga na frente dos demais buscando o retorno do seu torcedor aos jogos. Quanto a isso, teremos novidades em breve", comenta o presidente do Náutico, Edno Melo.

Para o CEO da Mooh!Tech, Everton Cruz, o Chronus i-Passport é uma solução de registro e identificação de saúde. Seu uso contínuo permite que apenas as pessoas com status de vacinação contra a Covid-19 circulem sem restrições:

"A adoção do i-Passport possibilita diminuir consideravelmente e, até mesmo, eliminar, muitos dos protocolos hoje necessários para a retomada de atividades. Ao utilizar o i-Passport como uma credencial no controle de acesso a locais públicos ou privados, várias medidas, complexas para serem atendidas, deixam de ser essenciais".

Everton Cruz avalia que é muito importante para os governos estadual, municipal e empresas privadas se utilizarem dessa plataforma para que a gestão em relação à saúde dos seus cidadãos e colaboradores seja feita de uma forma igualitária e segura:

"Só dessa maneira eles terão acesso mais rápido à abertura com segurança de suas atividades econômicas, ao retorno de uma vida normal, mas com segurança"

.

A intenção é que, identificando o mapeamento do vírus, não seja necessário o distanciamento na arquibancada, no banco de reservas e atendimento à imprensa assim como, medição de temperatura em todas as entradas, e até mesmo a perda das características sociais e humanas do futebol, como cumprimentos, trocas de camisa, flâmulas e a falta de perfilamento para o Hino Nacional.

Como efetuar acesso e pré-cadastro

Para os torcedores ter acesso ao APP CHRONUS i-Passport, o primeiro passo é efetuar pré-cadastro com dados pessoais e foto da carteira de vacina da COVID-19. O Formulário de Pré-Cadastro está disponível no site oficial do app.

Após efetuar o pré-cadastro, o torcedor terá disponibilizado seu passaporte de profilaxia (saúde) em até 48h.

Para ativar o aplicativo o torcedor deve baixar o app nas lojas da Google ou da Apple.

Lance!
Publicidade
Publicidade