PUBLICIDADE

Ancelotti quer Endrick no time principal do Real Madrid e não deve seguir 'caminho' de Vini Jr.

Treinador italiano garante que brasileiro se juntará ao elenco do clube espanhol assim que chegar à Espanha; ex-Flamengo e Rodrygo defenderam 'time B' antes da equipe merengue

24 fev 2024 - 13h07
(atualizado às 15h02)
Compartilhar
Exibir comentários

Destaque do Palmeiras no último título brasileiro, Endrick encaminha sua ida para o Real Madrid já no próximo semestre de 2024. Comprado em dezembro de 2022, o atacante permanecerá no Brasil até completar 18 anos - apesar dos esforços do clube alviverde para que ele continuasse no elenco até dezembro. Carlo Ancelotti, treinador da nova equipe do brasileiro, se mostra empolgado com a joia e garante que ele terá espaço no elenco principal já a partir de sua chegada.

"Para falar a verdade, ainda não falamos sobre isso. Mas é certo que quando chegar estará no elenco principal. Sobre isso não existem dúvidas. Vejo que fala muito sobre o futuro e isso me deixa feliz", afirmou o treinador italiano em entrevista coletiva antes do duelo do Real Madrid com o Sevilla neste domingo, 25, pelo Campeonato Espanhol. Nos próximos meses, o clube europeu irá enviar uma comitiva para acompanhar a ida e transferência do atacante.

"Esse é o maior conteúdo em visualizações, até então, considerando todos os postados pelo Real Madrid em 2023. Os números evidenciam e comprovam que o interesse pelo Endrick é enorme em Madri e mundo a fora", explica Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports e responsável por fazer a gestão dos contratos de patrocínio do atacante do Palmeiras.

Endrick completará 18 anos em julho, tornando possível sua ida em definitivo para a Espanha. Em 2022, ele foi comprado por 35 milhões de euros fixos (R$ 198 milhões na cotação da época), além de 25 milhões de euros (R$ 141 milhões) em bônus, dos quais dez milhões já foram atingidos. Um desses adicionais é 'ativado' a cada cinco gols marcados em sua carreira. Até o momento, desde que foi comprado pelo Real Madrid, soma 15, o último registrado em clássico com o Corinthians.

Caminho de Endrick é diferente de Vini Jr. e Rodrygo

Caso se confirme a permanência de Endrick na equipe principal do Real Madrid, ele terá um caminho diferente de Vinícius Júnior e Rodrygo, dois outros brasileiros no elenco do clube espanhol. Contratados na última década, se juntaram em definitivo ao elenco após um período de adaptação no Real Madrid Castilla, equipe B do clube, utilizada para que os jovens talentos ganhem minutos em campo, antes de serem inscritos e utilizados na primeira divisão.

A depender do desempenho de Endrick nos primeiros amistosos e nos treinamentos, ele não seguirá esse caminho, pelo qual Vini Jr. e Rodrygo passaram, em 2018 e 2019, respectivamente. Ainda que por um curto período, antes que fossem chamados pelo então treinador Zidane para integrarem o elenco. Vini Jr. disputou cinco jogos e marcou quatro gols, enquanto Rodrygo defendeu o Castilla em três partidas, tendo anotado dois tentos no período.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade