1 evento ao vivo

Empate mantém o Vila Nova na Série B e deixa Criciúma em risco

17 nov 2018
21h43
atualizado às 21h43
  • separator
  • comentários

Vila Nova e Criciúma empataram em 2 a 2 na noite deste sábado, no Serra Dourado, pela 37ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O ponto conquistado não resolveu o problema de nenhuma das equipes. Os gols foram marcados por Geovane e Elias para os visitantes e Liel e Eduardo para os visitantes.

O Vila perdeu a chance de subir para a Série A do Brasileirão e ficou na sétima colocação, com 56 pontos. O Tigre caiu para o 16ª lugar, com 44 pontos, e precisa vencer no jogo final para não ser rebaixado.

Na próxima rodada, o Vila Nova visitará o São Bento. O Criciúma receberá o já rebaixado Sampaio Corrêa. As partidas serão no sábado às 17h.

NÃO PISQUE!

O desespero de Vila Nova e Criciúma em busca da Série A e da permanência na Série B, respectivamente, refletiu em ritmo frenético desde o pontapé inicial.

E no primeiro lance do jogo, o Vila abriu o placar. Alan Mineiro cobrou falta na área e Giovane subiu mais alto que todo mundo para desviar para o gol. 1 a 0 para os mandantes. A reação do Criciúma não demorou. Aos cinco minutos, Eduardo aproveitou sobra em escanteio e bateu de primeira, da intermediária, para marcar um golaço.

A partida seguiu lá e cá. Aos 9, Moacir arrancou pela direita e cruzou fechado - Juninho quase alcançou. No minuto 20, Zé Carlos recebeu sozinho e finalizou em cima do goleiro Rafael. E pouco depois, aos 23, o desempate saiu. Em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Liel desviar de cabeça e virar o jogo para o Criciúma no Serra Dourada.

Com o gol, o Tigre freou o impeto do jogo e fechou os espaços. O Vila, sem tanto campo para criar os ataques, se viu em dificuldade, mas encontrou uma solução nos acréscimos. Aos 49 minutos, Washington lançou, Mateus Anderson ajeitou de cabeça e Elias, como legítimo centroavante, girou e chutou para deixar tudo igual.

GOLEIROS MANTÉM EMPATE

A etapa final começou com movimentação menor em relação à inicial. A emoção só voltou aos 10 minutos, quando Mateus Anderson caiu na área e pediu pênalti - sem sucesso. Na sequência, Diego Giaretta subiu bem em cobrança de escanteio e cabeceou para ótima defesa de Belliato.

A pressão do Vila continuou e, aos 15, Alan Mineiro recebeu na entrada da área, deixou dois jogadores do Criciúma no chão, mas chutou fraco. Segundos depois, Mateus Anderson finalizou bem para nova defesa importante de Belliato.

A sequência de tentativas do Vila Nova versus o goleiro Belliato continuou. No minuto 24, Elias cobrou falta rolando para Giaretta encher o pé. O camisa 12 caiu e espalmou mais uma vez. E na sequência, o Criciúma finalmente respondeu: em cobrança de escanteio, Fábio Ferreira fez o gol, mas a arbitragem marcou falta de Liel.

Depois do susto, o Vila Nova voltou a atacar. Elias, de novo ele, recebeu na entrada da pequena área e cabeceou para fora. E aos 37, o Criciúma quase voltou à frente. Vitor Feijão bateu bonito e Rafael se esticou todo para defender.

Nos 43, Belliato voltou a brilhar. A bola sobraria para Wesley Matos marcar, mas o goleiro chegou antes e salvou o Criciúma. Nos minutos finais, as equipes continuaram tentando, mas o resultado do primeiro tempo foi mantido.

FICHA TÉCNICA

Vila Nova 2 x 2 Criciúma

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: 17 de novembro de 2018 (sábado)

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Igor Benevenuto (MG)

Auxiliares: Felipe Costa de Oliveira e Ricardo de Souza (MG)

Público e renda: 8.602/R$ 89.555,00

Cartões amarelos: VILA NOVA: Wesley Matos, Hélder e Geovane; CRICIÚMA: Belliato, Liel, Jean Mangabeira e Eduardo

GOLS:

Vila Nova: Geovane e Elias, aos 1 e 49 do 1T;

Criciúma: Eduardo e Liel, aos 5 e 23 do 1T

VILA NOVA: Rafael Santos, Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta e Hélder; Geovane (Washington), Moacir, Mateus Anderson, Alan Mineiro e Juninho (Rafael Silva); Elias (Rafael Barros)

Técnico: Hemerson Maria

CRICIÚMA: Belliato, Sueliton, Sandro, Fábio Ferreira e Marlon; Liel, Ronaldo (Alex Maranhão), Jean Mangabeira e Eduardo; Andrew (Vitor Feijão) e Zé Carlos (Nicolas)

Técnico: Mazola Júnior

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade