PUBLICIDADE

Corinthians é pentacampeão brasileiro, reforça hegemonia e se despede, em casa, de Arthur Elias

Com gol de Tamires, timão vira e confirma o terceiro título seguido do Campeonato Brasileiro, após disputar sua sétima final consecutiva.

10 set 2023 - 18h42
Compartilhar
Exibir comentários
Tamires comemora gol pelo Corinthians
Tamires comemora gol pelo Corinthians
Foto: Vinicius Nunes/Agência F8 / Estadão

Tradição. Corinthians e Ferroviária protagonizaram mais um clássico no futebol feminino; já são 7 anos de vários encontros na elite. Pode parecer repetitivo, só que a competitividade das outras equipes que se reforçaram e apareceram ao longo desse tempo só aumentou a competência dos dois times paulistas que seguiram no topo e chegaram até a final do Campeonato Brasileiro 2023. Além de serem referências, sabem trazer para os holofotes o melhor das jogadoras do país. E o último jogo da decisão mostrou o equilíbrio de quem sabe jogar uma final.

 No gol, Luciana foi destaque. Aos 36 anos, a goleira das guerreiras grenás desde 2013 - entre idas e vindas - mostrou o porquê da experiência ser fundamental. Com defesas de alto nível, deu tranquilidade para a Ferroviária aproveitar o primeiro tempo abaixo feito pelo Corinthians. Jéssica de Lima usou o oportunismo de sua equipe com a filosofia do clube de sempre tentar levar ofensividade. Foi assim que Myllena Carioca abriu o placar para as visitantes, com a bola que ao quicar no chão enganou Lelê. 

 O empate veio com Jheniffer e a virada com Tamires, garantindo um segundo tempo no estilo que o Corinthians gosta de atuar: propondo o jogo. A pressão das alvinegras fez um segundo tempo brilhante aos olhos de quem assistia, com jogadas trabalhadas e muita intensidade. Um festival de contra-ataques de duas equipes com extrema sintonia. E cativar o elenco é algo que o comandante do timão e da Seleção Brasileira sabe fazer bem. 

Arthur Elias é celebrado em seu último jogo em Itaquera como técnico do Corinthians. Afinal, ele assume a seleção feminina –
Arthur Elias é celebrado em seu último jogo em Itaquera como técnico do Corinthians. Afinal, ele assume a seleção feminina –
Foto: Nayra Halm / Staff Images Woman / CBF / Jogada10

 Arthur Elias se despediu da Neo Química Arena como técnico do Corinthians sendo chamado de rei. O treinador acreditou na modalidade e recebe o reconhecimento de uma geração de ouro que ajudou a construir. Inegável dizer que há um antes e depois no futebol feminino desde que o projeto do Corinthias foi reativado em 2016. Elias foi peça importante nesse crescimento dos últimos anos e agora espera aplicar todo aprendizado em algo ainda maior e necessário com a amarelinha.

 Ver novamente o Corinthians campeão dá credibilidade para projetos grandiosos e a longo prazo na modalidade. Uma equipe que segue sendo o exemplo de sucesso e de investimento. A conquista do título este ano, de virada, foi o troco de 2019, quando a locomotiva levou o bicampeonato brasileiro. Um duelo de gigantes no futebol feminino que ainda seguirá por muitos anos e que o público não cansa de assistir. 

Fonte: Fernanda Arantes Fernanda Arantes é apresentadora, narradora e repórter esportiva. Com passagens pelas afiliadas da Rede Globo e pelo SBT, atualmente ela se destaca nas transmissões pela internet. As visões da colunista não representam a visão do Terra.
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade