PUBLICIDADE
Logo do

Chapecoense

Meu time

Fortaleza vence Chapecoense de virada e sobe no Brasileirão

Além de sair atrás do marcador na Arena Castelão, time tricolor também precisou superar a desvantagem numérica para derrotar rival por 3 a 2

30 jun 2021 18h04
| atualizado às 19h18
ver comentários
Publicidade

Acabou, em grande estilo, o jejum de vitórias do Fortaleza no Brasileirão, que já durava quatro rodadas. Diante da Chapecoense na tarde desta quarta-feira, na Arena Castelão, o time passou por apuros e chegou a ficar com um a menos após a expulsão de Quintero, mas venceu por 3 a 1 e subiu para a terceira posição, com 15 pontos ganhos. A Chape segue com quatro pontos e em penúltimo lugar na tabela.

Yago Picachu (à esq.) comemora após marcar o terceiro gol do Fortaleza
Yago Picachu (à esq.) comemora após marcar o terceiro gol do Fortaleza
Foto: Camila Lima/Futura Press

Apesar do jogo não ter necessariamente começado em ritmo frenético, a movimentação do sistema ofensivo nos dois lados conseguiu, antes dos primeiros dez minutos, gerar oportunidades que forçassem o trabalho tanto de João Paulo como de Felipe Alves.

No caso dos donos da casa, Romarinho recebeu passe no lado direito do ataque em cobrança rápida de falta para bater e ver o arqueiro da Chape cair bem para espalmar. Já para os visitantes, a trama do lado esquerdo em rebote de escanteio acabou nos pés de Darlan que, no melhor estilo de lateral, cruzou para ver Anselmo Ramon passar muito perto de conseguir a cabeçada, mas com a bola passando por toda a extensão da grande área.

Justamente no momento em que a equipe do Fortaleza aumentou o ritmo no sentido de empilhar oportunidades ofensivas para abrir a contagem, parando pelo menos em três delas nas excelentes defesas de João Paulo, foi a equipe catarinense que aproveitou uma de suas poucas estocadas no ataque para fazer o primeiro gol da partida. Em lance revisado pela arbitragem de vídeo, Fernandinho foi derrubado dentro da área por Quintero e, com a penalidade marcada, Anselmo Ramon bateu com qualidade no canto direito de Felipe Alves, que se esticou para defender, mas nada conseguiu fazer para evitar o gol.

Reação

Se no primeiro tempo quem levou a melhor invariavelmente foi João, logo no início da etapa final o ataque tricolor conseguiu, finalmente, furar o bloqueio defensivo da Chapecoense. Depois de chute potente de Matheus Vargas com o pé direito para a defesa parcial do goleiro catarinense, no rebote David pegou quase que de voleio, com a perna esquerda, mandando bola que tocou na trave esquerda antes de ir pro fundo das redes adversárias na Arena Castelão.

Se o contexto da partida e o estilo de jogo das duas equipes dava a entender que o Fortaleza havia ganhado uma importante dose de ânimo para buscar uma nova onda de pressão pelo gol da vantagem no marcador, o zagueiro colombiano Quintero tomou o segundo cartão amarelo em falta que matou contra-ataque do rival e acabou deixando o Fortaleza com um jogador a menos aos oito minutos do segundo tempo.

Entretanto, nem mesmo a desvantagem numérica fez o time do Pici deixar de lado suas características ofensivas e, na base da construção, chegou a virada do marcador na capital cearense por meio de Robson. Yago Pikachu recebe em condições de levantar a cabeça e servir bem o companheiro que ajeitou com a esquerda e bateu forte, cruzado, com a perna direita para não dar chance de defesa a João Paulo.

De maneira inteligente, ao invés de somente retrair suas linhas e entregar a posse de bola ao oponente, o time de Juan Pablo Vojvoda preferiu manter o máximo de tempo o controle da posse e, mesmo em ritmo menos intenso, conseguiu abrir espaço para um lindo gol de Yago Pikachu que ratificou os três pontos dos anfitriões. Depois de receber na entrada da grande área e balançar na frente de Derlan, que chegou a escorregar, o camisa 22 bateu firme no canto esquerdo de João Paulo para fazer o terceiro do Fortaleza, 3 a 1.

Já na reta final do compromisso e usando a bola aérea, Perotti conseguiu diminuir a diferença no cruzamento em que Ignácio ajeitou e ele chegou de carrinho para completar. Porém, tento esse que não foi suficiente para estabelecer uma pressão que evitasse o resultado positivo do Fortaleza.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

FORTALEZA 3 x 2 CHAPECOENSE

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Data e hora: 30/06/2021 - 16h (de Brasília).

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Souza (PI).

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglesias Araújo Silva (ambos PI).

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

Cartões amarelos: Quintero, Felipe Alves (FOR); Lima, Jair Ventura, Ravanelli, Guedes (CHA).

Cartões vermelhos: Quintero (FOR).

GOLS: Anselmo Ramon (34'/1°T) (0-1), David (4'/2°T) (1-1), Robson (16'/2°T) (2-1), Yago Pikachu (26'/2°T) (3-1), Perotti (35'/2°T) (3-2).

FORTALEZA (Técnico: Juan Pablo Vojvoda)

Felipe Alves; Quintero, Benevenuto e Titi; Éderson, Felipe (Tinga, aos 31'/2°T), Matheus Vargas (Robson, aos 11'/2°T) e Lucas Crispim (Bruno Melo, aos 19'/2°T); Yago Pikachu, David (Ronald, aos 32'/2°T) e Romarinho (Luiz Henrique, aos 19'/2°T).

CHAPECOENSE (Técnico: Jair Ventura)

João Paulo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Ignácio e Derlan; Mancha (Felipe Baxola, aos 17'/2°T), Lima (Guedes, no intervalo) e Ravanelli (Geuvânio, aos 28'/2°T); Fernandinho, Mike (Kaio Nunes, aos 9'/2°T) e Anselmo Ramon (Perotti, aos 17'/2°T).

 

Lance!
Publicidade
Publicidade