0

Esportes

CBF contraria Primeira Liga e a exclui do calendário de 2017

Gazeta Press
7 jul 2016
10h40
atualizado às 14h37
  • separator
  • 0
  • comentários

Embora dirigentes da Primeira Liga tentem evitar manifestações públicas de desagrado e alguns já tenham até um discurso pronto, e fictício, de conciliação, é certo que haja novos ‘rounds’ de polêmicas entre a CBF e 15 dos principais clubes do País. Isso porque a confederação não incluiu torneio organizado pela Primeira Liga no início de 2016 no calendário do futebol brasileiro de 2017, divulgado na noite de quarta-feira (6).

A CBF não reconhece oficialmente o movimento fundado por clubes de massa, como Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Cruzeiro e Atlético-MG, entre outros. Por isso, não formalizou a competição, vencida este ano pelo Flu, no novo calendário.

A Primeira Liga pretende reeditar o torneio em 2017 e defende que os clubes que a compõem sejam integrantes da disputa.

Já a CBF exige que sejam incluídos no torneio os clubes mais bem classificados em seus respectivos Estaduais – no caso, os campeonatos do Rio, Minas, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

CBF e Primeira Liga, inicialmente chamada de Liga Sul-Minas-Rio, travam há mais de um ano nos bastidores um embate que opõe 15 clubes à administração da confederação. Esta não aceita a possibilidade de uma nova ordem do futebol brasileiro e teme que a união de clubes represente o primeiro passo para a criação de uma Liga nacional.

Além dos seis já citados, integram a Primeira Liga o Atlético-PR, Coritiba, Paraná, Figueirense, Avaí, Criciúma, Joinville, Chapecoense e América-MG.

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade