PUBLICIDADE

Morre polêmico jogador do San Antonio Spurs da década de 90

16 abr 2012 - 14h55
(atualizado às 15h41)
Publicidade

Vítima de leucemia, o ex-jogador de basquete Dwayne Schintzius morreu no último domingo aos 43 anos. O ex-pivô, de 2,18 m e 120 kg, foi diagnosticado com a doença em 2009 e, apesar de aparentemente ter se recuperado em 2011, não resistiu após complicações durante um transplante de medula óssea.

Conhecido por seu exótico penteado, Schintzius chegou à NBA com fama de polêmico. Vindo da Universidade da Flórida, o atleta foi selecionado pelo San Antonio Spurs com o número 24 no draft de 1990. Além dos Spurs, o pivô defendeu Sacramento Kings, New Jersey Nets, Indiana Pacers, Los Angeles Clippers e Boston Celtics.

Durante as oito temporadas em que atuou na principal competição do basquete americano, Schintzius disputou 217 partidas, com média de 2,7 pontos e 2,5 rebotes. Em 2003, o pivô encerrou sua carreira profissional defendendo o Brevard Blue Ducks pela USBL.

Fora das quadras, o jogador ficou famoso pela participação no filme Eddie, estrelado por Whoopi Goldberg, onde interpretou Ivan Radovadovitch.

Dwayne Schintzius, que também defendeu o Boston Celtics, foi diagnosticado com leucemia em 2009
Dwayne Schintzius, que também defendeu o Boston Celtics, foi diagnosticado com leucemia em 2009
Foto: Getty Images
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade