PUBLICIDADE

Leandrinho revela: "Estive perto de jogar a temporada pelo Warriors"

Brasileiro aposentou-se antes do início da atual temporada para trabalhar na equipe

17 jun 2021 12h56
ver comentários
Publicidade

O brasileiro Leandrinho, que trabalha como assistente de desenvolvimento de jogadores no Golden State Warriors, revelou que esteve muito perto de jogar a temporada 2020-21 da NBA pela equipe californiana. Em entrevista ao podcast Locked on Warriors, Leandro Barbosa indicou que teve conversas com a diretoria e o treinador Steve Kerr para ser mais do que um membro da comissão técnica.

Golden State Warriors v Sacramento Kings
Golden State Warriors v Sacramento Kings
Foto: AFP / Jumper Brasil

"Kerr chegou em mim e perguntou o que eu achava de assinar um contrato de dez dias. Antes, era para ser algo por toda a temporada", afirmou. "Eu perguntei o que ele gostaria que eu fizesse e disse a ele que eu poderia ser um veterano saindo do banco, mas ele queria mesmo era que eu jogasse. Eu falei que estava tudo certo, pois eu estou em forma para jogar e meu corpo está ótimo".

O técnico chegou a comentar, em diversas oportunidades, sobre a possibilidade de utilizar Barbosa como jogador. Enquanto a imprensa acreditava que seria uma piada, pelas ausências por alguns jogos de Stephen Curry, Kelly Oubre e Damion Lee, Leandrinho garantiu que não se tratava disso e que, aos 38 anos, esteve próximo de fazer parte do elenco.

"No fim das contas, não era piada", disse. "Infelizmente, não deu certo. Mas se fosse o caso, eu estaria pronto para jogar. Eu conheço as jogadas ofensivas e tenho boa conexão com os jogadores, então não teria problema algum para jogar. Não sei o que houve para não dar certo, mas isso é algo para perguntar para Steve [Kerr] ou para a diretoria".

Melhor reserva da NBA em 2006-07, quando atuava pelo Phoenix Suns, Barbosa acumulou 850 jogos na NBA, com passagens, ainda, por Toronto Raptors, Indiana Pacers, Boston Celtics, além do Warriors. Ele finalizou a carreira com médias de 10.6 pontos, 2.1 assistências, 2.0 rebotes, além de um aproveitamento de 38.7% nos arremessos de três, em cerca de 21 minutos por embate.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade