PUBLICIDADE

Doc Rivers revela plano para "ajeitar" arremesso de Simmons

Exposta nos playoffs, falta de capacidade do armador motiva plano de ação traçado pelo treinador do Sixers para offseason

23 jun 2021 00h14
ver comentários
Publicidade

A traumática eliminação do Philadelphia 76ers para o Atlanta Hawks, em um sétimo jogo disputado diante de sua torcida, expôs vários dos problemas da equipe. Nada, no entanto, ganhou tanta atenção quanto a deficiência do arremesso e a incapacidade de pontuação de Ben Simmons - algo que levou Doc Rivers e a franquia até a traçarem um plano especial para a offseason do comandado. O técnico do Sixers confirmou que trabalhará com o jovem atleta durante as férias nesses quesitos.

Ben Simmons, armador do Sixers
Ben Simmons, armador do Sixers
Foto: David Dow/AFP / Jumper Brasil

"Sem entrar em detalhes, eu acredito que sabemos o trabalho que deve ser feito. Estou aqui há um ano agora e realmente acho que deu para identificar o que e como deve ser aprimorado. É a hora da ação e do esforço, então. Temos muito trabalho a fazer, muito treino será necessário e posso adiantar que não vai ser fácil. Mas, definitivamente, nós acreditamos que Ben pode alcançar os resultados", contou o experiente treinador, nas entrevistas de encerramento de temporada do time.

Rivers foi extensamente questionado sobre a pífia participação ofensiva de Simmons ao longo da série e tentou "protegê-lo" nesse período, mas, nas partidas derradeiras nos playoffs, precisou retirá-lo de quadra em instantes decisivos. Esse movimento, óbvio, aumentou o fluxo de críticas ao jogador. O comandante acredita que essa situação é uma mostra de como sua condição nula como arremessador, na verdade, atrapalha-o em todas as áreas do jogo.

"Se Ben tornar-se melhor e mais confiante nos lances livres, eu realmente acredito que outros aspectos do seu jogo crescerão junto. A primeira coisa que falei sobre esse cara quando assumi o comando da equipe é que gostaria que cobrasse uns dez lances livres por noite. Ele precisará passar por esse trabalho para isso, mas, se for bem sucedido, garanto que seu jogo atingirá um outro patamar", cravou o técnico, campeão da NBA enquanto comandava o Boston Celtics, em 2008.

A experiência traumática nos playoffs e os planos de treinos do Sixers vão, inclusive, mudar os planos de Simmons para os próximos meses. À princípio, ele estava quase comprometido para defender a seleção da Austrália nas Olimpíadas de Tóquio, entre julho e agosto. Agora, tudo mudou. De acordo com Brian Windhorst, da ESPN, a tendência é que o armador passe a chance de atuar nos Jogos para trabalhar em seu desenvolvimento técnico com a equipe.

"Eu não posso imaginar tudo o que Ben está passando agora, mas, às vezes, é preciso enfrentar uma situação dessas para ver a realidade. Ele é ótimo em tantas coisas que faz em quadra e há coisas simples que pode corrigir rapidamente para subir de nível, para mim. Esse desconforto precisa ser visto como um grande desafio e, de fato, uma experiência que vai fortalecê-lo", projetou Rivers, acreditando que a performance contra o Hawks foi um choque de realidade para o jovem astro.

O treinador está animado com a possibilidade de trabalhar com Simmons e poder resolver um problema de longa data do jogo do comandado. E essa empolgação vem do fato de que, acima de tudo, ele vê o jogador preparado para mudar essa história também. "Como eu disse, há trabalho a ser feito. E o mais importante é que Ben está disposto a enfrentar isso. Eu sou uma pessoa que cobra muito esse garoto, mas estou confiante de que, no fim das contas, sairá melhor do que nunca", prevê Rivers.

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade