PUBLICIDADE

WEC: Porque valerá a pena acompanhar a temporada 2024

Além da F1, o FIA WEC também começará a temporada 2024, neste sábado. Saiba um pouco mais sobre o campeonato que vem chamando a atenção

29 fev 2024 - 08h00
Compartilhar
Exibir comentários
Ferrari ultrapassando a Cadillac durante testes no Catar. A temporada 2024 do FIA WEC promete fortes emoções
Ferrari ultrapassando a Cadillac durante testes no Catar. A temporada 2024 do FIA WEC promete fortes emoções
Foto: Thomas Fenetre / DPPI

O mês de março começa agitado para o fã do automobilismo. Muita gente vira seu foco para a F1. Mas vários campeontos iniciam suas atividades. Um deles é o FIA WEC, campeonato mundial de corridas de Longa Duração. Simplesmente, é o segundo campeonato de automobilismo em importancia, perdendo somente para a F1.

Coincidentemente, a primeira prova do campeonato será disputada também no sábado, dia 02/03: os 1812 km do Catar (o numero faz menção à data nacional do Catar), com largada prevista para as 5 horas da manhã e duração de 10 horas.

Os 1812km do Catar iniciam a temporada 2024 do FIA WEC no sábado, dia 2
Os 1812km do Catar iniciam a temporada 2024 do FIA WEC no sábado, dia 2
Foto: FIA WEC / DPPI

Ano passado, o FIA WEC teve uma espécie de renascimento: marcas como Ferrari e Porsche voltaram a competir na categoria principal e trouxe um calor maior à Toyota, que desde 2018 vem dominando a categoria. Os japoneses venceram, mas a Ferrari conquistaram as 24 Horas de Le Mans, a principal prova do campeonato. Não bastou somente a vitória, mas foi um triunfo 50 anos depois de ter saído da categoria principal e ser a edição dos 100 anos.

Toyota perfilada no Catar: todos querem roubar a coroa
Toyota perfilada no Catar: todos querem roubar a coroa
Foto: Toyota Gazoo WEC / Divulgação

Para esta temporada, a categoria tem vários atrativos. Vamos listar aqui:

Calendário ampliado: este ano teremos 8 provas, com a inclusão das 6 Horas de São Paulo (em 14 de julho). Temos também a volta do Catar. Imola entra no lugar de Monza e Austin no lugar de Sebring.

Calendário FIA WEC 2024
Calendário FIA WEC 2024
Foto: FIA WEC

Muitos carros e fabricantes: Para este ano, o FIA/ACO (dupla que comanda o campeonato), decidiu que o campeonato teria somente 2 categorias: os Hypercars e a LMGT3. A LMP2 foi extinta no final de 2023, ficando restrita somente a Le Mans (mas ainda está nos campeonatos Europeu, Asiático e nos EUA).

Lamborghini SC63 e Porsche 911: as duas classes do FIA WE (Hypercars e LMGT3) se encontram na pista
Lamborghini SC63 e Porsche 911: as duas classes do FIA WE (Hypercars e LMGT3) se encontram na pista
Foto: Julien Defosse / DPPI

Nos Hypercars, tivemos a saida da Glickenhaus e da Vanwall. Porém, foi confirmada a entrada de BMW, Lamborghini e Isotta Fraschini. Além disso, tivemos o retorno efetivo da Alpine à categoria, bem como a ampliação da presença da Porsche (além dos 2 Penske e 1 Proton, a Jota acrescentou mais 1 carro ao 963 já existente) e da Ferrari, que alinhará um 499P pela AF Corse. Mantidos, Cadillac (que reduziu sua operação para 1 carro), Peugeot, Toyota e Ferrari. No fim, 19 Hypercars alinharão.

BMW e Alpine: duas das novidades da Hypercars para esta temporada
BMW e Alpine: duas das novidades da Hypercars para esta temporada
Foto: Julien Defosse / DPPI

Em relação ao LMGT3, houve muita discussão. Marcas como Audi e Mercedes queriam alinhar seus carros, dada a mudança do regulamento, que aproximou a outros campeonatos de GT3. Porém, a FIA/ACO deu prioridade a marcas que tinham presença entre os Hypercars. Mesmo assim, Ford e McLaren tiveram suas inscrições aprovadas. Lexus (entenda-se Toyota) e Lamborghini entraram por força da presença na principal. Aston Martin, Ferrari, Porsche e Corvette foram mantidas. 18 carros tomarão parte nesta categoria.

O Lamborghini Huracan da Iron Lynx
O Lamborghini Huracan da Iron Lynx
Foto: Marius Hecker / DPPI

Em resumo: Serão 37 carros e 101 pilotos batendo roda. Com exceção de Le Mans, que terá a volta dos LMP2 e mais alguns convidados, totalizando 62 carros.

Pilotos: Vários pilotos conhecidos do público da F1 batem ponto: Sebastian Buemi, Kamui Kobayashi, Brandon Hartley, Stoffel Vandoorne, Jean-Eric Vergne, Daniil Kyvat, Robert Kubica, Robert Kubica, Sebastian Bourdais...Sem contar outros monstros do próprio Endurance e de outras categorias, como Edoardo Mortara, André Lotterer, António Felix da Costa. E até um time exclusivamente feminino, as Iron Dames.

Para este ano, a LMGT3 tem uma estreia de luxo: o multicampeão das duas rodas Valentino Rossi alinhará na BMW 46 da equipe WRT.

Valentino Rossi: este ano, abraçando o desafio do FIA WEC
Valentino Rossi: este ano, abraçando o desafio do FIA WEC
Foto: Julien Defosse / DPPI

Em relação a brasileiros, dois tomarão parte na temporada inteira: Augusto Farfus, no BMW 31 a WRT e Nicolas Costa, na McLaren 59 da United Autosports (que tem Zak Brown como um de seus sócios)

Como acompanhar?

Após alguns anos sem cobertura, o FIA WEC voltou a aparecer de modo oficial no ano passado. Primeiro, no canal oficial do FIA WEC no You Tube. A partir de Le Mans, o Grupo Bandeirantes, através do Band Sports, assumiu a responsabilidade da transmissão.

Para esta temporada, o Grupo Bandeirantes anunciou que terá o campeonato até 2025 e transmitirá toda a temporada atraves do Band Sports, aplicativo Bandplay, canal Esporte na Band e no site band.com.br. O site Grande Prêmio deve confirmar que fará a transmissão em seu canal no You Tube.

A largada no sábado está prevista para as 5 horas (horário de Brasília). A classificação para o grid de largada será na sexta, a partir das 10 horas (horário de Brasília).

Parabólica
Compartilhar
Publicidade
Publicidade