PUBLICIDADE

Red Bull parabeniza "poderoso Leclerc" por pole-position e torce por chuva em Mônaco

Christian Horner reconheceu que a Red Bull não teria chances de bater o ritmo da Ferrari na classificação em Mônaco e agora espera que uma mudança de tempo possa favorecer os taurinos na corrida

28 mai 2022 13h35
ver comentários
Publicidade
Max Verstappen vai largar em quarto em Mônaco
Max Verstappen vai largar em quarto em Mônaco
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Mesmo com Charles Leclerc dominando a sexta-feira de treinos livres em Mônaco, a Red Bull sempre ficava bem próxima, tanto que conseguiu liderar a última sessão com Sergio Pérez. Na classificação de sábado (28), no entanto, os taurinos ficaram apenas na segunda fila, com o mexicano em terceiro e Max Verstappen — atual líder — na quarta posição.

Christian Horner, chefe da Red Bull, reconheceu a soberania da rival italiana e parabenizou Leclerc pelo resultado. "Eu não acho que seríamos pole hoje, Charles foi poderoso", avaliou o inglês. "Parabéns a ele, já que não poderíamos ter feito isso. Mas é uma pena, acho que os dois pilotos [Verstappen e Pérez] poderiam ter melhorado um pouco mais", completou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sergio Pérez foi muito bem, mas larga mesmo em terceiro
Sergio Pérez foi muito bem, mas larga mesmo em terceiro
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

No Q3, Leclerc conseguiu fazer a melhor volta em 1min11s376. E nem se pode dizer que o monegasco contou tanto assim com a sorte, já que Verstappen vinha mais lento em sua última tentativa na briga pela pole-position. A batida de Pérez e Carlos Sainz, no entanto, pôs fim a qualquer chance de recuperação do holandês.

"Max estava crescendo significativamente [em sua volta rápida], mas as coisas acontecem", lamentou Horner, que também destacou a boa performance do #11. "Checo esteve ali durante todo o fim de semana, mas ficamos em terceiro e quarto, então é daquelas coisas que simplesmente acontecem."

Para a corrida, a previsão de chuva é de mais de 80%, e o chefe dos austríacos acredita que isso pode ser um bom fator para a Red Bull recuperar terreno. "Podemos ter alguma mudança de tempo amanhã. É frustrante não estar na primeira fila, mas vamos brigar a partir daí", concluiu.

A Fórmula 1 continua com o GP de Mônaco do domingo, marcado para as 10h [de Brasília, GMT-3]. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade