PUBLICIDADE

Hamilton perdeu 0s4 por volta após asa quebrada na Arábia, revela Mercedes

Andrew Shovlin, diretor de engenharia da Mercedes, revelou que, após impacto com Max Verstappen e, consequentemente, sua asa dianteira quebrada, Lewis Hamilton perdeu 0s4 por volta. Ainda assim, o heptacampeão garantiu a vitória e a volta mais rápida da corrida

6 dez 2021 12h27
ver comentários
Publicidade
Por asa quebrada, Lewis Hamilton perdeu 0s4 por volta após impacto com Max Verstappen
Por asa quebrada, Lewis Hamilton perdeu 0s4 por volta após impacto com Max Verstappen
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

O caos se fez presente no GP da Arábia Saudita no último domingo, com mais um encontro polêmico entre Max Verstappen e Lewis Hamilton. Ainda assim, o heptacampeão mundial conquistou os pontos necessários — a vitória e a volta mais rápida — para chegar empatado com Max à última e decisiva etapa da temporada em Abu Dhabi. E, segundo Andrew Shovlin, diretor de engenharia da Mercedes, Lewis fez tudo isso com sérios danos em sua asa dianteira.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O holandês da Red Bull esteve envolvido nos dois incidentes do piloto da escuderia alemã. Foi durante a segunda relargada, na volta 17, que Verstappen ultrapassou Hamilton que, por sua vez, estava preocupado com Esteban Ocon. No meio dos carros dos taurinos e da Alpine, o lado esquerdo da asa dianteira acabou tocando no pneu traseiro do RB16B #33, enquanto o lado direito encostou no A521 #31.

Shovlin explica que o grande alívio naquele momento, ainda que o #44 tenha perdido posições, era não ter danos muito graves no W12. "Perder a posição não foi um grande revés para nós. O alívio foi maior por termos conseguido passar por aquele momento de três carros lado a lado, em que Lewis ficou prensado sem perder a asa completamente ou sofrer sérios danos ao carro", disse ele.

Max Verstappen e Lewis Hamilton se encontraram de novo
Max Verstappen e Lewis Hamilton se encontraram de novo
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"O foco estava mais em ter certeza de que tudo estava bem. E ainda não tivemos uma perda significativa de desempenho nessa fase", acrescentou.

Contudo, foi no forte impacto com Verstappen na volta 37 que o desempenho da Mercedes começou a cair. Isso porque Hamilton perdeu toda sua asa dianteira, numa freada brusca do holandês que, inclusive, recebeu uma punição de 10s da FIA (Federação Internacional do Automobilismo) após a prova, mas que de nada mudou a posição final do holandês — ele permaneceu com o segundo lugar.

"Provavelmente perdemos apenas 0s1 ou 0s2 depois que ele foi prensado, e Esteban passou por ele. Tivemos muita sorte, perdemos alguns pedaços [da asa dianteira], mas continuou funcionando, sem mais danos", explicou. "Depois, com Max, perdemos toda a asa, então perdemos cerca de 0s4 de desempenho por volta", seguiu.

O que deu esperança à equipe alemã foi um Hamilton "muito determinado" nas seguintes voltas, que conseguiu a vitória ao final da corrida.

"Naquele momento, estávamos muito divididos. É uma decisão difícil entre você ir ao limite, e Lewis sabia muito bem que isso os deixaria empatados, ou você joga pelo seguro? Em última análise, Lewis foi quem tomou a decisão, e essa decisão provavelmente foi ajudada pelo fato de que ele não pôde realmente ver a asa dianteira, porque se ele estivesse assistindo à TV como nós estávamos, ele poderia ter pensado melhor", concluiu.

O próximo fim de semana vai marcar o desfecho da temporada 2021 e vai definir o grande campeão deste incrível ano. O GP de Abu Dhabi acontece entre 10 e 12 de dezembro no circuito de Yas Marina. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

F1 NA ARÁBIA: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°: EMPATE NA DECISÃO | Briefing

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade