PUBLICIDADE

Juncos volta ao grid da Indy em 2021 com parceria de ex-acionista da Williams

Depois de ficar fora da Indy desde 2019, a Juncos Racing anunciou parceria com Brad Hollinger, ex-acionista da Williams, para fazer a temporada completa em 2021. Com novo nome, porém, a equipe já entra na pista neste ano, nas últimas corridas do campeonato

3 ago 2021 11h20
ver comentários
Publicidade
A Juncos Racing vai voltar para o grid ainda em 2021
A Juncos Racing vai voltar para o grid ainda em 2021
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

A Juncos esteve presente no grid da Indy entre 2017 e 2019, mas nunca conseguiu fazer uma temporada completa, ainda que tenha se aproximado disso em 2018. Para o próximo ano, no entanto, o time vai fazer todas as provas, mas a volta à categoria vai acontecer ainda em 2021.

A última participação do time na categoria foi em 2019, quando Kyle Kaiser fez duas etapas, em Austin e nas 500 Milhas de Indianápolis. Nessa última, por sinal, ficou marcado por eliminar Fernando Alonso do grid. Atualmente, porém, faz apenas etapas nos campeonatos de base que pertencem ao Road to Indy.

Para 2022, a Juncos vai contar com a chegada de Brad Hollinger, ex-acionista da Williams e diretor-executivo da Vibra Healthcare, uma empresa que opera hospitais e outras instalações de saúde. O time, no entanto, volta à Indy ainda em 2021, nas últimas três etapas do calendário e com o nome de Juncos Hollinger Racing.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A Juncos fez festa ao eliminar Fernando Alonso da Indy 500 de 2019 (Foto: IndyCar)

"Foi um longo processo. Temos um novo co-proprietário, Brad Hollinger, e nos conhecemos na Indy 500 de 2017. Desde então, viramos bons amigos. E ele vinha querendo fazer algo em alto nível. Estamos confirmando [presença] no próximo ano, para a temporada inteira, e fazendo as três últimas corridas deste ano como preparação. Brad e eu somos parceiros e vamos começar a trabalhar para fazer o melhor possível para a equipe", disse Ricardo Juncos, fundador da equipe, à Racer.

Hollinger também comentou a chegada na Indy e a volta da equipe ao grid da categoria. "Estou bem empolgado por me juntar ao Ricardo e à Juncos Racing. Desde que nos conhecemos, ele foi imparável na busca pelo sucesso, pelo conhecimento do automobilismo e da experiência na engenharia. O espírito vencedor dele junto com nossa visão e comprometimento fizeram minha decisão de entrar na equipe algo simples", afirmou.

"Recentemente, saí do mundo da Fórmula 1, onde o esporte possui audiência internacional, ainda que tenha participação limitada nos Estados Unidos. Minha visão sobre a Indy é que possui significante oportunidades de crescimento. As corridas são bem competitivas e empolgantes, criando uma visão atrativa para negócios focados em nível nacional e internacional", completou.

O plano da equipe era correr a temporada completa da Indy em 2020, mas a pandemia da Covid-19 interrompeu o sonho. Em maio deste ano, Ricardo Juncos já admitia que a intenção era retornar "o mais cedo possível" e que estava "próximo de assinar um acordo". Apesar da ausência na Indy, a Juncos esteve presente na temporada 2020 da Indy Pro 2000, categoria menor do automobilismo americano, com Sting Ray Robb, que conquistou o título da temporada, e Artem Petrov.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade