0

Com expectativa de 30 mil pessoas em Sochi, Rússia recebe público em prova da Fórmula 1

Evento russo esgota carga disponível e terá normas de segurança para a circulação dos torcedores

25 set 2020
13h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, o GP da Rússia, em Sochi, teve todos os ingressos vendidos para o evento deste final de semana, que é a 10.ª etapa da temporada de 2020 da Fórmula 1. A corrida é a primeira do ano a receber uma grande quantidade de público e a expectativa é que 30 mil pessoas compareçam ao circuito até este domingo.

Nesta sexta-feira, primeiro dia de atividades na pista com a realização das duas primeiras sessões de treinos livres, a presença de público foi tímida nas arquibancadas do circuito. Mas isso é normal para os padrões da Fórmula 1. A maior parte dos ingressos sempre é vendida para o sábado, com o treino oficial de classificação, e o domingo, dia da corrida.

Segundo a organização do GP da Rússia, os protocolos de segurança por conta da covid-19 serão realizados por meio de sete postos de segurança. As paradas serão disponibilizadas em torno do autódromo e será passagem obrigatória para todos que comparecerem ao evento. Para quem conseguiu adquirir os ingressos, o preço começou em 73 euros, o equivalente a cerca de R$ 466.

Há duas semanas, o GP da Toscana, na Itália, foi o primeiro a ter a experiência de portões abertos. O número de pessoas presentes, porém, foi bem inferior - apenas três mil espectadores - em relação a Sochi, que espera um total de 27 mil pessoas a mais do que no circuito de Mugello.

Outros três circuitos confirmaram a venda de entradas ao público durante as próximas etapas. O próximo é o GP de Eifel, em Nurburgring, na Alemanha, que colocará 20 mil ingressos à venda. O GP da Emilia-Romagna, em Imola, na Itália, também oficializou a presença dos fãs, com a previsão de 13 mil ingressos a serem disponibilizados.

As vendas para o GP de Portugal também estão frenéticas, segundo o diretor comercial do autódromo do Algarve, em Portimão. De acordo com Miguel Praia, cerca de 30 mil ingressos já foram vendidos, com 95% dos camarotes corporativos esgotados.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade