0

UE aceita proposta de reajuste de taxas de Visa e Mastercard para encerrar investigação antitruste

29 abr 2019
11h03
  • separator
  • 0
  • comentários

A União Europeia aceitou uma oferta da Visa e da Mastercard para cortar taxas sobre os pagamentos feitos pelos turistas que utilizam cartões emitidos fora do bloco, para evitar multas e encerrar uma investigação antitruste da UE.

09/06/2016
REUTERS/Maxim Zmeyev
09/06/2016 REUTERS/Maxim Zmeyev
Foto: Reuters

A Comissão Europeia, que promoveu por décadas uma campanha contra as taxas de pagamento e de cartão de crédito, diz que as chamadas comissões interbancárias, em que o banco do comerciante paga uma taxa ao banco do portador do cartão, resultam em preços mais altos para os consumidores.

Isso ocorre porque as taxas, que são uma fonte lucrativa de receita para os bancos, são arcadas pelo comerciante.

"Isso, juntamente com nossa decisão de janeiro de 2019 sobre os serviços de pagamento de cartões da Mastercard, levará a preços mais baixos para os varejistas europeus fazerem negócios, em benefício de todos os consumidores", disse Margrethe Vestager, chefe da área antitruste da Europa.

Os compromissos das companhias reduzirão essas tarifas em 40 por cento, em média, disse a Comissão Europeia nesta segunda-feira.

A Visa, maior operadora de pagamentos do mundo, e a rival mais próxima, a Mastercard, propuseram uma taxa de 0,2 por cento para pagamentos de cartões de débito fora da UE em lojas e 0,3 por cento para pagamentos com cartão de crédito, informou a Comissão no final do ano passado.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade