1 evento ao vivo

Soja sobe na CBOT por esperança de compra chinesa; trigo recua com relatório do USDA

11 dez 2018
18h58
  • separator
  • comentários

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) tiveram ganhos nesta terça-feira, com os operadores antecipando possíveis compras chinesas de produtos agrícolas dos Estados Unidos, ofuscando a estimativa baixista do relatório mensal do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) para os estoques globais da oleaginosa.

O mercado de milho ficou firme, seguindo a tendência da soja, enquanto os preços do trigo caíram, pressionados pela elevação da estimativa do USDA para os estoques finais norte-americanos e globais do cereal acima das expectativas de analistas.

O USDA também aumentou a sua projeção para os estoques finais de soja globais em 2018/19 para 115,33 milhões de toneladas, mais do que o esperado pelo mercado.

O contrato janeiro da soja subiu 5,25 centavos de dólar, para 9,15 dólares o bushel, enquanto o milho para março teve alta de 0,75 centavo de dólar, a 3,8475 dólares o bushel.

"Os mercados ainda estão esperando evidências concretas de que a China está comprando soja dos EUA de novo", disse Matt Ammermann, diretor de risco de commodities na INTL FCStone. "Há relatos de que a China pode comprar 5 milhões de toneladas de produtos agrícolas norte-americanos, mas faltam sinais reais das compras, principalmente de soja."

O contrato março do trigo em Chicago perdeu 4,25 centavos de dólar, a 5,21 dólares o bushel, pressionado depois do USDA ter aumentado a sua previsão para os estoques finais dos EUA para 974 milhões de bushels, ante 949 milhões no relatório de novembro.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade