PUBLICIDADE

Quanto custa para ver a final da Libertadores?

Torcedores do Fluminense e do Boca Juniors terão um custo elevado para assistir o último jogo do Maracanã

27 out 2023 - 05h00
(atualizado às 11h11)
Compartilhar
Exibir comentários
 Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, será o palco da final da Libertadores de 2023.
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, será o palco da final da Libertadores de 2023.
Foto: Agência Brasil

A final da Copa Libertadores 2023 entre Boca Juniors e Fluminense acontece no sábado, 4, no Rio de Janeiro. Torcedores das duas equipes e fãs do futebol terão um custo elevado para conseguir assistir o último jogo do Estádio do Maracanã. Os gastos envolvem ingressos, viagem e – em alguns casos – até hospedagem.

Em relação ao custo dos ingressos, os bilhetes para a final começaram a ser vendidos em 12 de setembro no site da Conmebol. Na data, foram disponibilizados tíquetes das categorias 1 e 2, relativos ao público geral, e, em poucas horas, todos eles acabaram. Na ocasião, os ingressos foram vendidos por R$ 1.300 (categoria 1) e R$ 800 (categoria 2). 

A Conmebol ainda disponibilizou, posteriormente, ingressos mais baratos da categoria 3 para torcedores do tricolor carioca e do Boca. Os bilhetes foram disponibilizados aos clubes para serem vendidos por R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia-entrada). Esses ingressos foram vendidos exclusivamente para torcedores associados. 

Mas, afinal, quanto custa no total para ver a final da Libertadores? Bom, a resposta é depende. O preço a ser pago para assistir a última partida do torneio será diferente para quem mora no Rio de Janeiro e em Buenos Aires. O torcedor do Boca terá que gastar muito mais que o torcedor do Fluminense. (Entenda o cálculo abaixo)

O Terra fez uma simulação dos gastos principais – excluindo alimentação – de um torcedor que mora no Rio de Janeiro, São Paulo e Buenos Aires. Foram apuradas as despesas totais com ingressos, passagens e hospedagem. Para passagens, as agências utilizadas foram Decolar (Brasil) e Despegar (Argentina). Já para a hospedagem utilizamos a plataforma Airbnb. 

  • Torcedor que mora no Rio: gasto apenas com ingresso (De R$ 260,00 a R$ 1.300). 
  • Torcedor que mora em São Paulo: gasto com viagem (R$1.631 no voo mais em conta de ida e volta) e ingresso (De R$ 260,00 a R$ 1.300). 
  • Torcedor argentino: gasta com viagem  (2.699.537 pesos, equivalente a R$ 38.603,38, no voo mais em conta de ida e volta), hospedagem (R$ 480 - três diárias) e ingresso (R$ 260,00 a R$ 1.300). 

Tanto as passagens quanto a hospedagem as buscas foram realizadas esta semana. No caso das passagens, vale lembrar que: quanto mais próximo da ida o valor fica mais caro. Já em relação à hospedagem, existem opções mais em conta, desde que os torcedores escolham um tipo de hospedagem sem muito 'glamour' ou mais afastado de áreas que, devido à localização, encarecem o preço.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade