PUBLICIDADE

Projeto transforma mulheres em empreendedoras no Alto Xingu

Famílias e comunidades do Pará ganham ferramentas e subsídios para enfrentarem problemas socioeconômicos

27 fev 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Projeto Escola de Empreendedorismo das Mulheres do Alto Xingu
Projeto Escola de Empreendedorismo das Mulheres do Alto Xingu
Foto: Divulgação

O propósito de alimentar o mundo de forma segura, responsável e sustentável tem motivado a Cargill a apoiar ações de desenvolvimento social e econômico em várias regiões do País. Uma das mais recentes é a parceria com o Projeto Escola de Empreendedorismo das Mulheres do Alto Xingu, realizado junto à Associação das Mulheres Produtores de Polpa de Fruta (AMPPF), que alcançou em 2022 a marca de 50 associados, na sua maioria mulheres produtoras parceiras da ação.

Com o objetivo de gerar trabalho, renda e melhorar a qualidade de vida em São Félix do Xingu, no Pará, o projeto fortalece a agricultura familiar e capacita jovens e mulheres em empreendedorismo. 

A iniciativa é realizada em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), por meio do programa Florestas de Valor, e a cooperativa Camppax, com um plano de ação específico. A proposta é buscar oportunidades de melhoria para a Associação e desenvolver um plano de negócios e outras ferramentas de gestão do empreendimento.

Apoio da agroindústria da região

O apoio da agroindústria tem sido fundamental para potencializar oportunidades como essa, que proporcionam espaço para a mulher se desenvolver, estudar e firmar seu espaço como empreendedora, permitindo renda própria, independência e empoderamento. 

“Na Associação, desenvolvemos o olhar para evitar o desperdício e entender como podemos aproveitar ao máximo as polpas coletadas. Hoje temos o beneficiamento da polpa a partir da qual produzimos, por exemplo, licores, geleias e frutas cristalizadas”, destaca Maria Helena Gomes, associada da AMPPF.

“Por meio das capacitações de jovens e mulheres em empreendedorismo, tem sido possível ter mão de obra qualificada e uma atividade produtiva sustentável, gerando trabalho, renda e possibilitando a permanência dessas famílias no campo”, destaca Henrique de Souza, responsável pelo projeto no time de sustentabilidade da Cargill. 

Profissionalização e consultoria

As ações de profissionalização incluem ainda conhecimento sobre tratamento adequado da região para o plantio das mudas, uso correto para geração de renda com produtos artesanais e educação e consultoria quanto ao cultivo desse território.

Com a consultoria e apoio técnico, a Cargill também contribui para o reflorestamento e a adequação ambiental na região, já que o programa conta com ações de preservação da floresta em pé e de recuperação de áreas degradadas a partir de implementação do viveiro de mudas e de enriquecimento dos quintais agroflorestais.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da COMPASSO, agência de conteúdo e conexão. Conheça nossas soluções e entre em contato.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade