2 eventos ao vivo

Petróleo dispara após Irã atacar base americana no Iraque

7 jan 2020
22h07
atualizado às 22h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O barril do petróleo WTI disparou em meio ao aumento da tensão no Golfo Pérsico na noite desta terça-feira, 7, após o Irã disparar mísseis balísticos contra - ao menos - duas bases com soldados americanos no Iraque. Às 20h45 (no horário de Brasília), o WTI para fevereiro subia 4,27%, para US$ 65,38 por barril.

Campo de petróleo de Nahr Bin Umar, na região de Basra, Iraque 
16/09/2019
REUTERS/Essam Al-Sudani
Campo de petróleo de Nahr Bin Umar, na região de Basra, Iraque 16/09/2019 REUTERS/Essam Al-Sudani
Foto: Reuters

Fontes do governo americano informaram que os ataques ocorreram em múltiplas localidades, incluindo a base de Ain al-Assad, no oeste do Iraque.

Segundo a TV estatal iraniana Press TV, a Guarda Revolucionária iraniana reivindicou os ataques com mísseis terra-terra contra a base, localizada na Província de Anbar. A TV iraniana havia afirmado antes que "dezenas de foguetes" iranianos foram disparados em resposta ao assassinato do general Qassim Suleimani em Bagdá em uma operação americana na sexta-feira, 3. Desde então, o Irã tem ameaçado dar uma resposta à morte de seu general.

Os índices futuros das Bolsas de Nova York também operam em queda. o futuro do Dow Jones caía 0,74%, o do S&P 500 cedia 0,71% e o do Nasdaq perdia 0,82%. Enquanto isso, o ouro acelerou. o contrato futuro do metal precioso subia 1,23%, a US$ 1.593,3 a onça-troy, na divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), depois de ter fechado nesta terça cotado a US$ 1.574,3 a onça-troy.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade