0

Novo CEO da Bunge diz que empresa precisa encolher antes de crescer novamente

15 mai 2019
19h24
  • separator
  • 0
  • comentários

O novo presidente-executivo da multinacional Bunge afirmou nesta quarta-feira que a empresa precisa reduzir de tamanho no curto prazo e ganhar o "direito de crescer novamente", operando dentro de uma disciplina de capital.

"Vamos deixar que os números apontem o que deve acontecer conosco. Primeiro, precisamos encolher", disse o CEO da companhia, Greg Heckman, em uma conferência de investidores do BMO em Nova York.

"Precisamos colocar a plataforma para performar, melhorar os retornos e nos posicionar pelo direito de crescer novamente", completou o executivo.

Heckman, indicado ao cargo de CEO no mês passado, revisou as operações globais da Bunge e nomeou um novo diretor financeiro, nas mais recentes alterações na companhia de 200 anos, afetada severamente há anos pela curva negativa do mercado de grãos.

Segundo ele, a empresa está revisando seu portfólio de ativos e utilizará qualquer procedimento de vendas com disciplina financeira.

Heckman disse que, apesar de preferir a estabilidade que uma resolução à guerra comercial entre Estados Unidos e China traria, a companhia também pode lucrar nas atuais circunstâncias.

"Desde que levemos vantagem total, realmente não nos importamos" sobre uma resolução, afirmou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade