PUBLICIDADE

Modelo de micro e nanofranquias cresce até 40% na pandemia

Menores investimentos e facilidades da modalidade atraem empresários que buscam liberdade profissional e financeira.

29 nov 2021 07h30
ver comentários
Publicidade
O empresário entende as vantagens e facilidades desses modelos, defende Giuliano Carioca
O empresário entende as vantagens e facilidades desses modelos, defende Giuliano Carioca
Foto: LinkedIn / Reprodução

Com a pandemia, o modelo de negócios de grandes redes e franquias precisou ser remodelado, para que assim, continue aquecendo o mercado nacional. Um dos fatores que traz otimismo aos empresários do segmento é a busca pela liberdade profissional em meio às dificuldades encontradas no chamado “novo normal”. Desta forma, grandes players do mercado vêm adotando o modelo de micro e nanofranquias.

A recente mudança no mercado de trabalho vem obrigando profissionais a empreenderem para que consigam encontrar liberdade financeira e profissional. Desta forma, micro e nanofranquias apresentam facilidades para o franqueado, não só em relação aos valores de venda, mas nas facilidades de pagamento.

A YouPlay Group, franquia de espaços infantis multisserviços, tem agregado formas e condições para viabilizar a entrada dos candidatos a franqueados na rede, que eventualmente, não disponham de capacidade financeira para uma unidade clássica ou que não disponham de todo o valor de investimento inicialmente. 

“Criamos dois novos modelos. A microfranquia, com investimento de até R$ 90 mil e 50% do valor financiado por nós. E nanofranquias, com um investimento total de R$ 40 mil e 50% de financiamento pela própria YouPlay”, explica Giuliano Carioca, fundador e CEO da marca.

O empresário explica que existem diferenciais estruturais e operacionais nesses novos modelos, o que garante margem de lucro compatível com a estrutura oferecida. “A microfranquia pode ser hospedada na rua, não necessariamente em shoppings e tem como característica a semelhança entre as operações com as franquias padrões. No entanto, seu plano de negócio indica uma instalação em cidades com mais de 30 mil habitantes”, afirma o CEO.

No caso das nanofranquias, foram feitas alterações estruturais para viabilizar um menor investimento e mais facilidade de operação com mão de obra reduzida. “O modelo de nanofranquias da YouPlay não possui áreas exclusivas para eventos infantis e carrega uma estrutura menor, baseada em um nível de atendimento individualizado. Esse modelo pode ser introduzido em outras operações e espaços, como edifícios residenciais e comércios de rua”, pontua.

Ainda segundo Giuliano Carioca, a procura de empresários por micro e nanofranquias cresceu 40% na pandemia, dado que traz bastante otimismo para a marca. “O empresário entende as vantagens e facilidades desses modelos, como o menor investimento, financiamento pela própria franqueadora e estratégias de inovação para trazer resultados concretos, mesmo em meio a pandemia”.

“Decidimos criar esses novos formatos para adequar investimentos em nossa rede durante o prazo incerto para o completo retorno do volume de negócios em grandes centros comerciais, o que tem provocado um reaquecimento do comércio de rua. Assim, entendemos que o comércio de rua precisa de um serviço semelhante aos oferecidos nesses grandes centros”, conclui Carioca.

A YouPlay Group foi criada em 2016 e já atendeu mais de 1 milhão de crianças entre todas as unidades desde sua inauguração.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Publicidade
Publicidade