PUBLICIDADE

Mercadante avisa a Prates que foi sondado por Lula para sucedê-lo na Petrobras

Presidente do BNDES aceitou substituir o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, se ele não for mesmo ficar no cargo

5 abr 2024 - 11h49
(atualizado às 11h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Mercadante ligou para Prates para dizer que foi sondado para ser o presidente da Petrobras
Mercadante ligou para Prates para dizer que foi sondado para ser o presidente da Petrobras
Foto: PEDRO KIRILOS/ESTADÃO CONTEÚDO / Estadão

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, avisou ao presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, que foi sondado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre a possibilidade de sucedê-lo no comando da estatal.

Interlocutores de Lula no Palácio do Planalto disseram ao jornal O Estado de São Paulo que Mercadante já aceitou substituir Prates se ele não for mesmo ficar no cargo. Prates terá uma conversa definitiva com Lula nos próximos dias para saber sobre seu futuro.

Se a substituição se confirmar, o nome mais cotado para a presidência do BNDES é o do ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa. Em mensagem publicada no X (antigo Twitter), o presidente da Petrobras ironizou a situação. “Jean Paul vai sair da Petrobras? Acho que após às 20h02. Vai para casa jantar... E amanhã às 7h09 ele estará de volta à empresa, pois sempre tem a agenda cheia”, escreveu.

Entenda crise

A crise que pode levar a saída de Prates está em torno da decisão do conselho da empresa de reter os recursos disponíveis para dividendos extraordinários  – que são pagos ao acionista quando a empresa tem aumento de caixa além do esperado.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, se posicionou ao lado de Prates, em defesa do pagamento de remuneração extra aos acionistas, mas os ministros Alexandre Silveira (Minas e Energia) e Rui Costa (Casa Civil) foram contrários.

Lula da Silva participou em março de duas reuniões no Palácio do Planalto com a presença de ministros, diretores e conselheiros da companhia. Ele defendeu que a empresa usasse para investimentos o dinheiro que seria destinado à remuneração extra.

Com a decisão de não pagar, o presidente da Petrobras saiu derrotado. Daí em diante, a crise se agravou entre Silveira e Prates, com o presidente da Petrobras se irritando com as entrevistas do ministro de Minas e Energia criticando sua posição.

Soja, minério de ferro e mais: saiba quais as commodities que atuam como motor da economia brasileira Soja, minério de ferro e mais: saiba quais as commodities que atuam como motor da economia brasileira

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade