PUBLICIDADE

Lucro do McDonald's é atingido por custos crescentes e restrições da pandemia

27 jan 2022 14h30
ver comentários
Publicidade

O McDonald's ficou abaixo das expectativas de receita e lucro no quarto trimestre, já que custos mais altos e vendas mornas em seus restaurantes na Austrália e na China devido à pandemia ofuscaram o crescimento nos Estados Unidos.

Os custos operacionais subiram 14%, a 3,61 bilhões de dólares, uma vez que os gargalos da cadeia de suprimentos ampliaram gastos com ingredientes como frango, carne bovina, e embalagens, informou a rede de lanchonetes nesta quinta-feira.

Os custos de alimentos e papel nos Estados Unidos subiram 4% em 2021 - nível que a empresa espera dobrar em 2022, disse.

"Um aumento nos casos de Covid-19 e o retorno das restrições em muitos de nossos mercados estão criando incerteza em todo o mundo, exacerbando a escassez de mão de obra e atrasos na cadeia de suprimentos", disse o presidente-executivo, Chris Kempczinski, em teleconferência de resultados.

As ações da empresa eram negociadas perto da estabilidade às 14h22 (horário de Brasília).

As vendas na China caíram após algumas cidades proibirem jantar em restaurantes para controlar novos surtos de pandemia antes dos Jogos Olímpicos de Inverno. Na Austrália, o crescimento das vendas foi fraco na comparação ao ano anterior.

No entanto, as vendas nas mesmas lojas da rede aumentaram 7,5% em comparação com a estimativa de analistas de um aumento de 6,8%, graças ao lançamento de itens de menu especiais, promoções, programas de fidelidade nas vendas digitais e aumentos de preço do menu de cerca de 6% em 2021.

O aumento das vendas de Itália, Alemanha, França e Reino Unido também ajudou a elevar a receita global em 13%, para 6,01 bilhões de dólares no quarto trimestre, quase em linha com a expectativa de mercado de 6,03 bilhões de dólares, segundo dados da Refinitiv.

As vendas globais na base mesmas lojas subiram 12,3%, ante estimativas de Wall Street de aumento de 10,73%.

O lucro por ação do McDonald's foi de 2,23 dólares, ante projeção média de analistas de 2,34 dólares.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade