PUBLICIDADE

Empresa sugere que empregados doem a própria cesta básica para vítimas no RS

E-mail corporativo da Grendene, uma das maiores produtoras mundiais de calçados, mostra 'pedido' para os funcionários

10 mai 2024 - 13h26
(atualizado às 13h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A Grendene, uma das maiores produtoras mundiais de calçados, perguntou aos funcionários se eles não desejavam doar os itens da própria cesta básica para as vítimas da tragédia no estado.
Enchente provocada pelas chuvas no Rio Grande do Sul
Enchente provocada pelas chuvas no Rio Grande do Sul
Foto: Reuters

A tragédia climática que assola o Rio Grande do Sul, que já deixou ao menos 116 pessoas mortas e 337 mil desabrigadas, mobilizou toneladas de doações de empresas e da sociedade civil.  Já a Grendene, uma das maiores produtoras mundiais de calçados do mundo, dona da Melissa, Ipanema e Rider, enviou e-mail perguntando aos funcionários se eles não gostariam de doar itens da própria cesta básica para as vítimas da tragédia no Sul. 

A mensagem dizia o seguinte: “Neste momento difícil, onde passamos pela pior tragédia de nossa história, que tal doar os itens da sua cesta básica para as pessoas que mais precisam agora?". Ela ainda destacava os lugares em que a 'doação' podia ser feita. 

O print do e-mail tomou as redes sociais nos últimos dias. Questionada pelo Terra, a Grendene afirma que "em nenhum momento solicitou aos funcionários que doem suas cestas, mas sim que, caso optem por doar, encaminhem itens de necessidade básica". A empresa ainda destacou doações feitas para as vítimas da tragédia como: envio 50 mil litros de água mineral, distribuição de calçados, camisteas, meias e toalhas, entre outras ações. 

A Grendene tem as suas origens no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Farroupilha onde foi fundada em 1971 pelos irmãos Pedro e Alexandre Grendene Bartelle.

E-mail enviado da Grendene para os funcionários
E-mail enviado da Grendene para os funcionários
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Leia a nota da Grendene na íntegra:

A respeito da comunicação interna enviada pelo departamento de Recursos Humanos aos colaboradores da Grendene, a companhia esclarece:

Em resposta a uma demanda dos funcionários da Grendene, que procuraram o RH para entender como poderiam ajudar as vítimas do Rio Grande do Sul, o departamento divulgou uma nota em que sugere a doação de itens da cesta básica. A companhia reforça que em nenhum momento solicitou aos funcionários que doem suas cestas, mas sim que, caso optem por doar, encaminhem itens de necessidade básica. A Grendene acredita que nesse momento desafiador, atitudes como essa fazem a diferença. E, como corporação, está realizando as ações listadas abaixo.

  • Envio de 50.000 litros de água mineral;
  • Distribuição de calçados;
  • Distribuição de camisetas, meias e toalhas;
  • Envio de brinquedos;
  • Suporte logístico no transporte de doações de fornecedores e clientes de outros estados;
  • Estabelecimento de pontos de coleta de doações em todas as unidades, arrecadando itens básicos e de maior necessidade atualmente, como cestas básicas, kits de higiene, alimentos não perecíveis e roupas de cama;
  • Monitoramento dos colaboradores afetados, realizado pela área de Recursos Humanos, para oferecer o apoio mais adequado neste momento.

A Grendene segue atenta às necessidades emergentes e apoiando o estado em sua recuperação.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade