0

Como se destacar na Black Friday se seu e-commerce é pequeno

Com o planejamento adequado, você pode aproveitar a data para adquirir mais visibilidade na web

25 nov 2015
15h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Como se destacar em um mar de peixes grandes? Desde que a Black Friday se consolidou como uma data lucrativa para o comércio eletrônico, lojistas maiores perceberam a necessidade de se planejar. Eles começam cedo: a partir de março, já estão pensando em ofertas, negociando com fornecedores, alinhando prazos com parceiros logísticos e reforçando os servidores dos sites.

Se você é um dos pequenos, não se assuste. Com o planejamento adequado, ou seja, que respeite as limitações do seu negócio, você pode aproveitar a Black Friday para fidelizar clientes, desovar mercadorias em estoque, aprimorar processos internos (que darão certo durante todo o ano) e aumentar a visibilidade da sua loja na internet. Sempre cuidando para não dar um passo maior que a perna.

Planejar o pós-venda é importante para garantir que os produtos sejam entregues dentro do prazo
Planejar o pós-venda é importante para garantir que os produtos sejam entregues dentro do prazo
Foto: Sean Locke Photography/Shutterstock

“O pequeno varejista pode aproveitar uma base de clientes que já tem e fidelizar esses consumidores, oferecendo alguma vantagem, como aumento dos prazos para comprar com desconto, por exemplo. Tudo com muita consciência para trabalhar e ter resultado”, observa o cofundador da E-bit e vice-presidente de Relações Institucionais do Buscapé Company, Pedro Guasti.

Lembre-se de tomar cuidado com a venda desorganizada. Devido ao cenário econômico atual, as empresas estão mais conscientes em termos de parcelamentos e taxas de descontos que não vão prejudicar a lucratividade da loja. O ideal é colocar em oferta aqueles produtos que estão há muito tempo parados no estoque, mas sempre tendo em mente o fluxo de caixa: “Vender a um preço muito baixo também é fazer um péssimo negócio”, alerta Guasti.

Outro ponto importante é se preparar para o pós-venda. Na Black Friday, os sites costumam receber um alto volume de pedidos em curto espaço de tempo. Se a empresa não está preparada, pode criar um ciclo de insatisfações entre os clientes: o prazo não é cumprido, a encomenda é atrasada, o cliente não satisfeito vai sobrecarregar os canais de atendimento da empresa, e os indicadores negativos de reclamação, em sites de reputação, por exemplo, podem aumentar.

Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade