0

Com vendas online, cervejaria do Mussum 'faz sucessis'

Marca foi criada pelo empresário Sandro Gomes, filho de Mussum, em parceria com os sócios Diogo Mello e Leonardo Costa

  • separator
  • 0
  • comentários

Três amigos e um bate-papo descontraído entre uma cerveja e outra foram o suficiente para criar uma nova cervejaria artesanal que, antes mesmo de nascer, já previa o sucesso. Chamada de Brassaria Ampolis e carinhosamente apelidada de Cervejaria do Mussum, personagem consagrado pelo humorista Antônio Carlos Bernardes Gomes no programa Os Trapalhões, a marca foi lançada em agosto de 2013 e estreou no comércio eletrônico em dezembro daquele mesmo ano. Hoje, já está entre as cervejarias artesanais com maior volume no país, com mais de 1,3 milhão de garrafas vendidas em 24 meses.

Os três rótulos que compõem o portfólio da Brassaria Ampolis
Os três rótulos que compõem o portfólio da Brassaria Ampolis
Foto: Divulgação

Criada pelo empresário Sandro Gomes, filho de Mussum, em parceria com os sócios Diogo Mello e Leonardo Costa, a Brassaria surgiu como uma forma de homenagem ao ator. “O carisma e o carinho que as pessoas têm pelo personagem ajudam a difundir a nova cultura cervejeira, levando, ao grande público, cervejas artesanais com receitas inovadoras e estilos não óbvios”, explica Diogo Mello.

O primeiro rótulo – a cerveja Biritis™, uma Vienna Lager – chegou com uma brincadeira com a linguagem usada por Mussum no humorístico da TV, mas os sócios alertam “o projeto é divertido, sim, mas não é brincadeira”.

No primeiro ano, “nossa produção acabou sendo quatro vezes maior do que a estimativa que nós tínhamos”, conta Mello. Em 2014, chegou a 200 mil litros, e a marca quer chegar a um patamar próximo dos 600 mil litros até o final deste ano. A empresa lança nesta quinta-feira o terceiro rótulo: a Ditriguis, witbier com trigo belga, durante o Mondial de la Bière, no Rio de Janeiro.

“O projeto partiu da máxima ‘a primeira venda está garantida pelo Mussum, as próximas dependerão de fazermos cervejas realmente boas’. Hoje ficamos felizes em ver que todo mundo percebe que a piada acaba (ou melhora) no momento do primeiro gole.”

Mercado promissor 
Além de serem oferecidas em 2 mil pontos de venda em 20 Estados, o mercado online está nos planos de investimento da marca. “Temos planejado mais ações e estratégias para ativar nossa operação no e-commerce. A gente vê um potencial muito grande no online porque o Mussum tem um apelo nacional”, diz Diogo Mello. O e-commerce não tem endereço virtual próprio, mas conta com uma loja dentro do marketplace The Beer Planet.

E as cervejas não são as únicas invenções da marca. “Por se tratar de um personagem com muito apelo, desenvolvemos (e ainda estamos desenvolvendo) outros produtos que fazem parte do universo em que estamos inseridos – camisetas, copos, taças e baldes de gelo”, diz o empresário.

Entre os planos para o futuro, está a expectativa de um mercado cada vez maior de cervejas artesanais no Brasil. Há cerca de dois meses, a empresa inaugurou a operação de chope no Rio de Janeiro e em São Paulo, uma das apostas de crescimento da marca. O trio também pretende lançar uma média de dois novos rótulos por ano entre cervejas que farão parte do portfólio da marca, até edições especiais comemorativas ou sazonais. 

A mensagem aqui é clara: “Se no futuro olharmos para trás e pudermos dizer que o Mussum (mesmo não estando fisicamente por aqui há quase 20 anos) conseguiu elevar o nível das cervejas que se bebem no Brasil, essa é a grande homenagem que queremos fazer a ele”, diz Mello. “Estamos apenas começando. Saúdis!”

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade