PUBLICIDADE

Sem festa: inflação faz casamentos se limitarem ao cartório

Fotógrafo especializado em casamentos explica a nova realidade.

14 jun 2022 10h08
ver comentários
Publicidade
Foto: Adobe Stock

Não está fácil para ninguém. As antes glamourosas festas de casamento estão precisando se adaptar à nova realidade. O fato é que muitos casais agora estão preferindo se limitar ao casamento no cartório por causa dos custos. E todos os profissionais envolvidos com esse tipo de evento estão precisando se adaptar.

Essa é a constatação do GetNinjas, aplicativo para contratação de serviços do Brasil, que reúne diversos serviços e profissionais que envolvem um casamento. A plataforma informa que contabilizou um aumento na demanda por serviços de eventos relacionados ao casamento em cartórios. 

Os pedidos com o termo “casamento civil” em sua descrição cresceram 80% no primeiro trimestre de 2022 em comparação com o mesmo período de 2021. Os serviços mais procurados pelos noivos são buffet completo e fotografia. 

No primeiro trimestre, a procura por profissionais de buffet teve um acréscimo de 177%, já a busca por fotógrafos aumentou 77%.

Por outro lado, o número de casais que preferem reuniões mais simples e confraternizações mais enxutas aumentou. De acordo com o GetNinjas, a demanda por buffet para festas de casamento de pequeno porte, que englobam de 30 até no máximo 100 convidados, dobrou no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado. 

Quem sentiu isso na pele foram os fotógrafos, que já perceberam uma mudança de postura e uma demanda diferente para seus serviços.

Sem festa: inflação faz casamentos se limitarem ao cartório:

 

Redação Dinheiro em Dia
Publicidade
Publicidade