0

Confira 5 dicas para evitar os danos da maresia nos carros

25 set 2013
07h13
atualizado às 07h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma fina névoa úmida e salgada vinda do mar e que causa a corrosão de objetos metálicos é a grande vilã de carros que costumam andar no litoral brasileiro. Veículos expostos excessivamente à maresia correm riscos de ter ferrugem na lateria e em outras partes.

Durante a fabricação, os carros de hoje recebem uma proteção antiferrugem nas chapas da carroceria. Sobre esta camada protetiva é que vem a tinta de acabamento, com a base e o verniz. Essa proteção é o suficiente para impedir os efeitos da maresia, mas durante o uso do carro, pedras, riscos ou amassados podem danificar essa proteção. Se você mora ou frequenta o litoral frequentemente, confira seis dicas que ajudam a evitar prejuízos causados pela maresia:

1 - Após o período na praia, verifique se os terminais de bateria, conectores elétricos, filtros de ar e equipamento de lubrificação estão livres de água e areia.

2 - Os resíduos de areia e sal podem romper as coifas do amortecedor, comprometendo o desempenho da suspensão do veículo. Portanto, faça manutenção na caixa de direção e nos amortecedores após um longo período no litoral.

3 - Encaminhe o seu carro para lavagem especial caso ele permaneça mais de 15 dias na praia. Atente se os produtos de limpeza que serão utilizados na manutenção do seu veiculo são neutros para que não danifiquem a proteção da pintura, borrachas e componentes elétricos

4 - Durante a estadia no litoral, tente guardar seu carro num lugar coberto e fechado durante a noite. É o momento de mais crítico da maresia

5 - Para proteger a parte inferior do veículo, o óleo de mamona é uma fácil, porém curta, solução. Ao borrifar o óleo na parte debaixo, ele segura a poeira e o sal, saindo facilmente com água de chuva ou empoçada e perdendo seu efeito. É uma boa forma de proteger, porém, ao retornar para a cidade recomenda-se a lavagem completa para retirar o óleo e o mesmo não reter sujeira

Fonte: Canarinho Press Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade