PUBLICIDADE

Advogada fatura R$ 3 milhões com receita de bolo da avó 

Vender bolos foi a única alternativa para ajudar no orçamento familiar. E deu tão certo que virou um negócio de milhões!

19 set 2022 - 06h00
(atualizado em 22/9/2022 às 18h43)
Compartilhar
Exibir comentários
Fernanda Yamao e seus bolos
Fernanda Yamao e seus bolos
Foto: Divulgação

Um simples receita de bolo da avó, que estava meio esquecida em um canto em Rondônia, acabou sendo o pulo do gato para uma empreendedora engatar um negócio de sucesso, que hoje fatura nada menos do que R$ 3 milhões.

Foi exatamente isso o que aconteceu com a advogada Fernanda Yamao, moradora de Ouro Preto do Oeste, distante 330 km da capital Porto Velho, que buscava uma forma de melhorar o orçamento doméstico, que estava cada vez mais pesado por causa da chegada de seu casal de gêmeos que nasceram prematuros. O ano era 2015.

Após deparar-se com uma receita de sua avó, Fernanda projetou um aumento de R$ 1 mil no orçamento fazendo bolos. No entanto, logo nos primeiros meses, seu faturamento chegou a R$ 6 mil por mês. 

No começo, ela relutou em expor seus produtos na internet. Porém, compartilhar conhecimento se tornaria a alma do seu negócio. Hoje ela fatura mais R$ 3 milhões, com mais 12 mil boleiras aprendizes em todo o Brasil e até no exterior.

Começou com 50 bolos por dia

Eram de 50 a 60 bolos por dia trabalhando com o que eu tinha dentro da própria cozinha e, segundo ela, só não vendia mais porque não conseguia produzir mais. Então, ela passou a vender também para cidades vizinhas e a renda dos bolos superou a renda como advogada.  

Na base do boca a boca, a boleira ficou bem conhecida e começou a receber mensagens de pessoas pedindo dicas sobre culinária e empreendedorismo. Houve objeção no começo porque apesar de saber fazer bolos para consumo em casa, não gostava de redes sociais, morria de vergonha de vender, não sabia como cobrar e tinha muito medo de não dar certo.

“Quando dei por mim criei meu próprio método de fazer e vender em casa e ter uma renda maior que muitas pessoas formadas”,  conta Fernanda.

Com o enorme sucesso dos bolos, o caminho era sem volta: ela decidiu abandonar a advocacia e, em 2019, começou também a ensinar as pessoas a fazerem bolo.

“Eu falava o que eu fazia para vender o que produzia, passava algumas dicas e com o tempo fui vendo que só isso já estava gerando resultados nas pessoas”, revela. 

Vencendo a timidez para ensinar nas redes sociais

Fernanda começou a usar as redes sociais para ensinar suas pupilas. Com milhares de seguidores, suas lives chegam a bater mais de 5 mil conexões. Entre o público, há donas de casa, boleiras, curiosos e gente em busca de um novo negócio. Algumas de suas alunas já faturam mais de 15 mil reais por mês com bolos.  

“Eu tenho muito orgulho de ver onde elas são capazes de chegar”, comenta Fernanda. “Uma das alunas já tem duas lojas de bolos em São Paulo e se prepara para abrir a próxima.”

Atualmente, os alunos contam com uma equipe de suporte para tirar suas dúvidas, sempre com a supervisão atenta dela, que pretende lançar, em breve, uma mentoria para acompanhar as alunas que já chegaram aos 5 mil de faturamento. 

“Temos muitos casos emocionantes de alunas que estavam na pior, alunas que vendiam trufas no sinal, alunas que estavam em depressão, que já chegaram a passar fome e hoje são boleiras de sucesso”, se alegra Fernanda.  

Mas qual o segredo deses bolo, afinal?

O interesse pela culinária foi herdado da obatian (avó) e para a culinarista, propagar as receitas dela, é uma forma de manter viva a sua memória. 

“Tudo que ela fazia era bom. Hoje já não está mais conosco, mas não há um dia que não pense nela. E quando estou na cozinha fico em paz e me sinto mais perto dela”, conta. 

“Sou uma pessoa transformada pelos bolos caseiros, pela proximidade que tenho com meus alunos e minha audiência, simplicidade do método que ensino, que qualquer pessoa é capaz de aprender, aplicar e ter resultados”, finaliza. 

Redação Dinheiro em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade