2 eventos ao vivo
TV

Babi Rossi diz que não rola ciúmes entre as panicats

9 ago 2010
16h43
atualizado às 17h17
Gisele Alquas

Ela tem 20 anos, é loira, bonita e dona de um corpão. Mesmo com a pouca idade, a panicat Barbara Rossi, a Babi, já causa frisson. Egressa do programa O Melhor do Brasil , da Record, a dançarina está há três meses no Pânico na TV , da Rede TV! e logo foi convidada à posar para a revista VIP como a primeira panicat a estampar a capa da publicação. Mesmo assim, Gabi garante: "não rola ciúmes, isso é conversa".

Babi diz que não pretende posar nua agora
Babi diz que não pretende posar nua agora
Foto: Raphael Falavigna / Terra

Em entrevista ao Terra, Babi, natural do bairro da Freguesia do Ó, em São Paulo, revela como foi convidada para ingressar no time do programa, diz que pretende cursar jornalismo e que não está nos seus planos no momento posar nua.

Como foi o convite para entrar no Pânico na TV?

Antes de entrar para o programa eu já tinha feito shows com o Sérgio Malandro e participado do Tudo é Possível (da Record) como a personagem A Outra. Depois, fui convidada para integrar o elenco do Melhor do Brasil , e lá fiquei por um ano e meio. A primeira proposta do Pânico surgiu no ano passado, mas como havia acabado de entrar no Melhor do Brasil, eu recusei. Esse ano o Alan (Rapp, diretor do programa) voltou a me convidar, eu pensei bem, sou fã do programa, e fui. Estou há três meses lá. Me receberam muito bem e me dão várias dicas.

Dizem que as outras panicats morrem de ciúmes de você. É verdade?

Isso é só conversa. O pessoal aumenta, não rola isso. As meninas me trataram superbem. Todo mundo tem seu lugar e cada uma se concentra no seu trabalho. Não tem essa de vou ser melhor que ela. Eu nunca me meti com fofocas.

Mas e a história de que elas não gostaram de você chegar agora e já posar para a VIP?

A VIP foi uma oportunidade muito interessante, eu adorei. Tudo bem vai, nenhuma Panicat saiu na VIP, eu fui a primeira. Mas não tem nada de ciúmes, porque uma já saiu na Playboy, a outra saiu na Sexy, enfim, todo mundo tem sua porta, seu lugar.

Ser estereotipada apenas como a gostosa do Pânico não te incomoda?

A mulher tem que ter um conjunto. Tem que ser bonita, gostosa, inteligente e mostrar seu talento. Não é só gostosa.

E qual é o seu talento?

Eu sou extrovertida, eu gosto de falar, gosto de TV. Meu talento é isso, meu foco, minha profissão. Eu não ligo de me chamarem só de gostosa, loira burra. Um dia desses eu coloquei no Twitter que iria fazer aula de interpretação, aí um engraçadinho respondeu que eu não precisava fazer aulas de teatro sendo que eu só trabalhava com o meu bumbum. Mas eu não ligo. Se for dar atenção a tudo que as pessoas falam, eu não vivo. Eu sei que não sou só um corpo.

Quando você vai posar nua?

Não é meu foco agora. Ainda não estou preparada. Quando achar que devo, eu saio nua numa revista.

Fonte: Redação Terra
publicidade