PUBLICIDADE
AO VIVO
Terraiá ao vivo: assista ao show do Forró da Gota direto de Salvador

Tradutora conta os desafios de traduzir 'Macunaíma' para o inglês

Katrina Dodson teve de ir além dos dicionários para nova edição do clássico de Mário de Andrade, que será lançado em evento na Biblioteca Pública de NY

14 mai 2023 - 12h32
Compartilhar
Exibir comentários

Macunaíma, o herói sem nenhum caráter, clássico da literatura brasileira escrito por Mário de Andrade, ganhou uma nova tradução para o inglês, feita por Katrina Dodson: Macunaíma: The Hero With No Character. Lançada em abril, a versão inglesa contará com um evento de lançamento na Biblioteca Pública de Nova York nesta segunda-feira, 15.

Katrina Dodson segura exemplar da tradução que fez de 'Macunaíma', obra de Mário de Andrade, para o inglês
Katrina Dodson segura exemplar da tradução que fez de 'Macunaíma', obra de Mário de Andrade, para o inglês
Foto: Instagram/@kaledaikon / Estadão

Em depoimento ao Estadão, Katrina relatou parte das dificuldades do processo de tradução: "Passei muito tempo pesquisando os termos e as referências do livro. Por exemplo, o [dicionário] Houaiss define a palavra 'quiriri' como uma etnia indígena ou um tipo de pássaro, mas os glossários especializados dão um outro significado, vindo do Tupi: o silêncio não totalmente silencioso da floresta noturna."

"Encontrei esse significado tão belo no guia essencial, Roteiro de Macunaíma (1955), por Cavalcanti Proença, e em Poranduba Amazonense (1890), pelo naturalista João Barbosa Rodrigues, que foi uma das fontes primárias do texto de Mário de Andrade", continua.

O desafio de traduzir Macunaíma

"O maior desafio que enfrentei ao traduzir Macunaíma foi primeiro decifrar a linguagem original, e, depois, encontrar um equilíbrio na tradução entre um inglês coloquial que refletia a linguagem bem americana e menos europeia, cheio de regionalismos e gíria, mas que também deixava traços dos termos indígenas e africanos que são difíceis para um leitor brasileiro entender. O efeito que quis reproduzir foi um conjunto de reconhecimento e estranhamento, dentro de uma experiência rítmica e musical", explica Katrina.

A relação da tradutora nascida na Califórnia com o Brasil teve início em 2003, quando veio morar no País. Não se trata de sua primeira versão para o inglês de uma grande obra brasileira: em 2015, publicou uma série de contos de Clarice Lispector na coletânea Complete Stories, que lhe rendeu o PEN Translation Prize.

Lançamento da tradução de Macunaíma em NY

O evento de lançamento, organizado pelo projeto Brazil In Its Own Words (Brasil em Suas Próprias Palavras), que divulga a literatura brasileira ao mercado dos EUA, ocorre no sétimo andar da New York Public Library, às 18h30 (horário local).

Estarão presentes a própria Katrina Dodson, o professor Brent Hayers Edwards, que integra o departamento de inglês e literatura comparada da Universidade de Columbia, e a jornalista Vânia Carvalho, fundadora do projeto Brazil In Its Own Words.

Mais informações [em inglês] podem ser encontradas no site do evento e na página de Katrina Dodson.

Capa do livro 'Macunaíma'
Capa do livro 'Macunaíma'
Foto: Divulgação / Estadão
Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade