PUBLICIDADE

Luísa Sonza: conheça o discurso empoderado da cantora

Gaúcha é a atração principal do Terra Música Ao Vivo, que será transmitido no dia 14 de dezembro, a partir das 20h.

9 dez 2021 16h01
| atualizado em 10/12/2021 às 11h37
ver comentários
Publicidade

Luísa Sonza, com apenas 23 anos, já é um fenômeno da música brasileira, sendo a artista pop mais ouvida no Spotify Brasil em 2021. A cantora, que é uma fábrica de hits, também se destaca pelas bandeiras que levanta, com letras que exaltam a libertação da mulher e o feminismo.

Em 2018, na música 'Boa Menina', a gaúcha já cantava contra a imposição de comportamentos com as mulheres: "Não deixem te dizer o que deve fazer. 'Cê' vai lembrar de mim, uma boa menina faz assim, vem". Em outro trecho, Luísa também ressaltava: "Não me interessa o que pensam de mim".

Foto: Andy Santana/Futura Press

A força feminina sempre foi presente na vida da cantora, mesmo quando ainda não entendia o significado do feminismo. Luísa foi criada em uma família de mulheres, depois que o avô foi assassinado.

"Minha avó, minha mãe e minhas tias têm uma história muito forte. Meu avô era alcoólatra e foi assassinado a tiros. Imagine, naquela época, numa cidade­zinha, como elas foram tratadas. Quatro mulheres sozinhas, no interior. Com elas, vi o quanto faltava apoio para a mulher, como a mulher é descredibilizada, como se fosse sempre vilã e não vítima. Conhecer a história delas me fez atentar para tudo isso desde cedo", contou em entrevista à Revista Marie Claire.

A artista, que recebe duras críticas e muito hate na web, seja pelo estilo musical que canta, pela roupa que usa ou pela atitude combativa contra o machismo, acredita que o movimento coletivo feminino ainda vai mudar muito as coisas. Para O Globo, Sonza explicou: "Acho que a sociedade ainda não está acostumada a ver mulheres livres, independentes e que não se adequam ao que a sociedade propõe e exige delas. É uma luta diária que nós mulheres, e digo também as mulheres do pop, viemos trabalhando. Dando a cara a tapa, conseguimos mudar a cabeça de muita gente. E não vamos parar: serão mais mulheres e mais pessoas apoiando esse movimento".

Além de exaltar a liberdade feminina, Luísa Sonza também ressalta as diferenças que homens e mulheres têm no mercado de trabalho, inclusive na música. A cantora desabafou no Twitter: "Bizarro como o cenário musical brasileiro desvaloriza as artistas femininas. A gente faz TUDO, entrega TUDO e mesmo assim a desvalorização é clara. Que nojo. Valorizem a gente, frequentem os shows, questionem sim quando tiver pouca ou pior nenhuma mulher nos shows, eventos e premiações. Vocês não têm noção do que a gente passa desse lado para ser reconhecida e valorizada".

Em 2021, o Terra Música Ao Vivo está de volta e Luísa Sonza será a atração principal do evento, que celebra a diversidade cultural brasileira e promove artistas com histórias de sucesso e empoderamento.

Quem vai abrir o show da intérprete de 'Modo Turbo' é Mariah Nala, que também traz um discurso forte e empoderado, como pode ser visto na letra de 'Carma': "Mulheres fortes domando uns Porsches, nunca foi sorte e nunca será. Quem só falou, hoje vai ouvir; pra quem duvidou, olha 'nóis' aqui. Hoje sei quem sou e não vou fugir".

O Terra Música Ao Vivo será transmitido na capa do portal no dia 14 de dezembro, a partir das 20h.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade