PUBLICIDADE

Shakira fecha acordo para evitar julgamento por fraude fiscal

20 nov 2023 - 09h39
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Instagram/Shakira / Pipoca Moderna

Shakira fechou um acordo com as autoridades da Espanha para evitar seu julgamento por suposta fraude fiscal, que estava previsto para começar nesta segunda-feira (20/11). A cantora é acusada de sonegar cerca de € 15 milhões em impostos (em torno de R$ 80 milhões). As informações foram dadas pela agência de notícias Reuters.

No acordo, Shakira teve que aceitar as acusações para preservar o bem-estar dos filhos, frutos do relacionamento com Gerard Piqué. A artista terá que pagar uma multa de 50% do valor devido (cerca de € 7,3 milhões), além de mais € 438 mil para evitar uma pena de três anos de prisão.

"Embora eu estivesse determinado a defender a minha inocência num julgamento que os meus advogados estavam confiantes que teria decidido a meu favor, tomei a decisão de finalmente resolver esta questão tendo no coração o melhor interesse dos meus filhos, que não querem ver sua mãe sacrificar seu bem-estar pessoal nesta luta", afirmou Shakira à BBC.

Shakira também declarou que precisa "superar o estresse e o desgaste emocional dos últimos anos para conseguir se concentrar nos filhos e na carreira". Vale lembrar que a cantora colombiana tentou fugir do assunto judicial por diversas vezes.

 

Processo Judicial

A cantora foi acusada pela Justiça espanhola de ter fraudado € 6,6 milhões (cerca de R$ 34,6 milhões) em impostos no ano de 2018. A denúncia foi aberta em julho deste ano, porém os detalhes do processo só foram revelados no fim de setembro.

Promotores espanhóis alegam que Shakira deixou de declarar os seus lucros milionários, como o adiantamento da turnê "El Dorado World Tour" e outros pagamentos. Eles também alegam que a artista colombiana teria usado "uma rede corporativa", com empresas em paraísos fiscais, para escapar dos impostos.

A defesa de Shakira afirmou que não recebeu notificações sobre as acusações relativas a impostos de 2018 em Miami (EUA), onde a cantora mora atualmente. A equipe jurídica da artista ainda se disse "focada na preparação para o julgamento sobre os anos fiscais de 2012-2014", que estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (20/11).

Em 2022, o Ministério Público chegou a pedir oito anos de prisão para Shakira, bem como o pagamento de uma multa de quase € 24 milhões (mais de R$ 120 milhões). A artista nega qualquer irregularidade fiscal e disse se tratar de uma "perseguição".

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade