1 evento ao vivo

Duquesa visita memorial a mulher sul-africana assassinada

O empoderamento feminino é uma das muitas questões que a duquesa e o duque de Sussex estão priorizando na primeira turnê oficial com o filho Archie

28 set 2019
16h41
atualizado às 17h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Meghan Markle, a duquesa de Sussex, visitou um memorial em Cape Town onde uma jovem sul-africana cujo estupro e assassinato inspiraram milhares de pessoas a protestar contra a alta taxa de violência sexual do país.

Em uma parada tranquila durante uma turnê real, Meghan amarrou uma fita no memorial em um posto dos correios, onde Uyinene Mrwetyana, estudante de 19 anos, foi atacada no mês passado. O ataque levou mulheres indignadas a marchar nas ruas das principais cidades e a se unir a uma campanha online chamada #AmINext.

Foto: Instagram / Reprodução

Uma publicação na conta da realeza no Instagram chamou a morte de "um ponto crítico no futuro dos direitos das mulheres na África do Sul" e disse que a visita era "pessoalmente importante" para Meghan.

A duquesa também conversou com a mãe de Mrwetyana, afirmou a publicação, acrescentando que "o duque e a duquesa estavam acompanhando o que havia acontecido de longe e estavam ansiosos para aprender mais quando chegaram à África do Sul".

Mais de 100 estupros são registrados todos os dias na África do Sul, e o presidente Cyril Ramaphosa chama o país de "um dos lugares mais inseguros do mundo para ser mulher". Ele anunciou novas medidas de emergência e prometeu ser mais severo com os autores, mas alguns mulheres cansadas de anos de tais pronunciamentos sugeriram que a África do Sul recuperasse a pena de morte para estupradores.

O escopo do problema é bem conhecido. Mais de 2.700 mulheres foram assassinadas na África do Sul no ano passado e mais de 1.000 crianças, diz o governo. Uma em cada cinco mulheres com mais de 18 anos enfrentou violência física de um parceiro.

O empoderamento das mulheres é uma das muitas questões que Meghan e o príncipe Harry estão destacando em sua primeira turnê oficial em família com o bebê, Archie. A visita de dez dias a vários países continuou no sábado, 28, para Harry, com uma reunião em Angola com o presidente da nação da África Austral.

Veja mais:

 

 

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade