PUBLICIDADE

Deolane, esposa de MC Kevin, desabafa sobre amizades falsas

Durante o velório, a advogada também desmentiu brigas com o cantor antes da morte

18 mai 2021 16h29
| atualizado às 16h35
ver comentários
Publicidade
Kevin e Deolane haviam oficializado a união há duas semanas.
Kevin e Deolane haviam oficializado a união há duas semanas.
Foto: Instagram: @dra.deolanebezerra / Famosos e Celebridades

Ao final do velório de MC Kevin na manhã desta terça-feoira (18), a viúva do cantor, Deolane Bezerra, fez um desabafo emocionado sobre as amizades falsas que sugavam toda a energia do funkeiro, além de dar a sua versão sobre a tragédia.

"Meu marido estava deitado comigo e teve que descer para pagar a conta do hotel de gente que deveria ter vindo embora para São Paulo, mas [Kevin] quis tolerar gente sanguessuga do nosso lado. Todo nós temos que fazer por onde, ter o nosso, entendeu?", disse a advogada. 

Foto: Amauri Nehn/Brazil News / Famosos e Celebridades

"Isso aqui é amizade, porque o Kevin, quando estava com pessoas do bem, foi para a 'Mansão Maromba', virou outra pessoa. Eu não queria ele lá por ciúmes, mas quando ele falou: 'Lá mudou a minha vida'... eu vi o Kevin sem beber por três meses, porque estava treinando", continou.

Deolane Bezerra também contou que não houve discussão entre os dois, antes da morte do funkeiro. "O que a mídia está falando aí é tudo mentira, de briga isso e briga aquilo. Ele subiu para pegar dinheiro no quarto de um, eu não falei nada. Subiu para pegar dinheiro no quarto do outro, falei: 'Poxa, vida, você é otário dos outros? Por que eles não foram embora?' Porque era pra eu, ele e um casal de amigos nossos, ficarmos até segunda. Amigos, casais. Não eram 5 ou 6 caras fazendo bagunça na beira da praia, porque homem casado não anda com homem solteiro. São vidas diferentes, são atitudes diferentes".

Ao final, a advogada falou das amizades que o influenciavam negativamente. "O Kevin tinha 23 anos. Eu cansei de perdoá-lo, porque eu entendi a vida ele levava. Isso aqui (morte do cantor) é amizade, falsas amizades. Eu tenho amizades verdadeiras, que mesmo criticando me apoiaram porque viam que eu estava feliz. Eu amei, eu perdoei. O que mais me conforta é saber que até o último dia de vida dele, ele morreu me amando. Se cuida gente, porque quem acordou, agora não vai acordar mais", finalizou com o bordão do cantor.

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade