PUBLICIDADE

Clarence Williams III (1939-2021)

6 jun 2021 20h32
| atualizado às 20h44
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/ABC / Pipoca Moderna

O ator Clarence Williams III, que ficou conhecido como o policial infiltrado Lincoln Hayes na série clássica "Mod Squad", morreu na sexta-feira (4/6) em Los Angeles de câncer de cólon, aos 81 anos.

Clarence Williams é identificado com o número III por ter o mesmo nome do pai e do avô, ambos músicos profissionais. O vovô e primeiro Clarence Williams era pianista da lenda do blues Bessie Smith. E sua avó era a cantora de blues Eva Taylor.

Ele já tinha feito um filme, "The Cool World" (1963), e sido reconhecido por seu talento como ator de teatro com uma indicação ao Tony (o Oscar do teatro) em 1965, anos antes de ser escalado em "Mod Squad". Mesmo assim, os produtores não sabiam de seu currículo quando ele foi contratado. A história de como Williams foi parar na série é surpreendente.

Corre a lenda - e contam como verdade - que Clarence estava desesperado por trabalho quando conseguiu um bico para fazer uma pequena participação numa série do produtor Aaron Spelling, como motorista de fuga numa cena de assalto. Mas na hora das gravações, ele saiu em disparada e colidiu o carro direto num poste. Preocupado, Spelling correu para ver se o ator estava bem.

"Eu pensei que todo mundo estava morto", contou o produtor para o Archive of American Television. "Todos nós corremos. Eu disse: 'Clarence, Clarence, o que aconteceu?' Ele respondeu: 'Nunca dirigi antes'. Eu perguntei: 'Por que você não me contou isso?'. Ele disse: 'Porque eu queria o emprego'. Eu o contratei naquela mesma hora para o 'Mod Squad'."

Criada por Bud Ruskin, ele próprio um ex-agente infiltrado da Polícia de Los Angeles, "Mod Squad" virou um fenômeno pop. Mesmo com protagonistas supostamente caretas, a série se tornou imensamente popular entre o público jovem por retratar em seus episódios o rock, a moda e as grandes questões da época, como racismo, protestos contra a guerra do Vietnã e a explosão do consumo de drogas.

O personagem de Linc era um ativista com cabelo afro, que tinha sido preso durante os célebres protestos raciais no bairro de Watts, em Los Angeles. Ele é reunido com outros dois jovens problemáticos, vividos por Peggy Lipton e Michael Cole, que são recrutados para se infiltrar entre estudantes, hippies, gangues, festivais de música e movimentos sociais para prender traficantes e outros criminosos.

Lançada em 1968, antes de Woodstock, a série durou cinco temporadas, até 1973, e transformou Peggy Lipton num dos maiores símbolos sexuais - e da moda - do período. De fato, a atração só foi cancelada porque o elenco decidiu não renovar seus contratos. Mesmo assim, o trio original retornou para um telefilme de reencontro, em 1979.

Williams fez algumas participações em séries depois de "Mod Squad", inclusive como um agente do FBI em "Twin Peaks", mas seus principais trabalhos a partir dos anos 1980 foram no cinema. Ele marcou época como o pai problemático de Prince em "Purple Rain" (1984) e o pai viciado em drogas de Wesley Snipes em "Inferno Branco" (1993). E ainda se valeu dos conhecimentos musicais de sua família para viver a lenda do jazz Jelly Roll Morton em "A Lenda do Pianista do Mar" (1998), de Giuseppe Tornatore.

Além disso, trabalhou regularmente com o diretor John Frankenheimer, numa parceria que incluiu "Nenhum Passo em Falso" (1986), "A Filha do General" (1999), "Jogo Duro" (2000) e dois telefilmes.

Apesar de ter uma carreira marcada por papéis dramáticos, Williams também soube aproveitar sua intensidade característica para fazer comédia, interpretando um ex-líder revolucionário na paródia de blaxploitation de Keenen Ivory Wayans, "Vou Te Pegar Otário" (1988), e um traficante de drogas maníaco na hilária comédia "Pra Lá de Bagdá" (1998), estrelada por Dave Chappelle.

Seus últimos trabalhos foram parcerias com o cineasta Lee Daniels, com participações no filme "O Mordomo da Casa Branca" (2013) e na série "Empire" (em 2015).

Williams foi casado com a atriz Gloria Foster (a Oráculo da franquia cinematográfica "Matrix"), de 1967 a 1984.

Relembre abaixo a abertura de "Mod Squad".

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade