PUBLICIDADE

David Cronenberg revela que seu novo filme deveria ter sido uma série da Netflix

Diretor compartilha frustração em Cannes pelo projeto ter sido rejeitado pelos executivos da plataforma de streaming

21 mai 2024 - 14h09
(atualizado às 15h41)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Neon / Pipoca Moderna

O diretor David Cronenberg ("Crimes of the Future") revelou que seu mais recente filme, "The Shrouds", foi originalmente concebido como uma série para a Netflix. O diretor canadense compartilhou essa informação durante uma coletiva de imprensa no Festival de Cannes, onde o filme foi aplaudido por três minutos e meio após sua exibição.

Projeto rejeitado

Cronenberg explicou que a Netflix inicialmente aprovou o desenvolvimento do roteiro para o primeiro episódio da série, mas desistiu do projeto após a entrega do segundo. "Eles disseram - e isso é algo muito típico de Hollywood - 'Não é o que nos apaixonamos na reunião'", comentou o diretor. Ele refletiu que os executivos podem ter se apaixonado mais pela sua presença do que pelo roteiro em si.

História pessoal

"The Shrouds" acompanha Karsh (Vincent Cassel), um empresário viúvo que cria uma tecnologia para monitorar a decomposição de entes queridos em suas sepulturas. A narrativa é fortemente influenciada pela perda pessoal de Cronenberg, que perdeu sua esposa, Carolyn, para o câncer. "Se você é ateu como eu e não acredita em vida após a morte, então a morte de alguém não tem sentido… É muito difícil para as pessoas viverem sem significado", explicou.

Críticas e realismo

A première em Cannes não empolgou os críticos (ficou com 50% de aprovação no Rotten Tomatoes) e o diretor aproveitou a coletiva para reclamar dos jornalistas que, segundo ele, não captaram a importância dos elementos conspiratórios no filme, chamando-os de "ignorantes" e "estúpidos". Ele também enfatizou que a tecnologia apresentada no filme é realista e poderia ser desenvolvida nos dias de hoje.

Reações do elenco

Diane Kruger ("As Agentes 355") e Vincent Cassel ("Os Três Mosqueteiros: Milady") elogiaram Cronenberg por seu estilo de direção e como os sentimentos no filme refletem suas experiências pessoais. Kruger, em particular, afirmou que o filme a fez refletir sobre sua própria mortalidade.

O filme também conta com Guy Pearce ("Sem Remorso"), Sandrine Holt ("The Expanse") e Elizabeth Saunders ("Origem") em seu elenco.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade