PUBLICIDADE

5 mil dólares em dinheiro vivo só para manter Robert De Niro feliz: O pedido que Scorsese teve que engolir

Uma exigência inusitada durante o set de filmagens do filme Os Bons Companheiros.

9 dez 2023 - 23h53
Compartilhar
Exibir comentários

Martin Scorsese é frequentemente - e injustamente - acusado de fazer apenas filmes de máfia, mas a verdade é que, no final dos anos 1980, ele não tinha intenção de fazer outro longa-metragem do gênero. Mas, quando estava trabalhando em A Cor do Dinheiro (a sequência de Desafio à Corrupção), ele se deparou com uma cópia de Wiseguy, um romance que retratava os gângsteres da maneira mais honesta que o diretor já havia lido.

Foto: Warner / Adoro Cinema

Ele ligou para o autor, Nicholas PIleggi, para lhe dizer que aquele era o livro que ele estava esperando por toda a sua vida. O autor respondeu o que todos nós diríamos na época: "Este é o telefonema pelo qual esperei a vida inteira". Assim nasceu Os Bons Companheiros.

Sem notas falsas

Um filme com Robert De Niro, Ray Liotta e Joe Pesci, Os Bons Companheiros acabou formando um elenco dos sonhos para uma filmagem que Scorsese já havia planejado totalmente através de storyboards devido ao seu estilo frenético. Curiosamente, ao conceber a aparência do filme, ele não se baseou em um filme de máfia ou de ação, mas nos primeiros minutos de Jules e Jim - Uma Mulher para Dois.

Além disso, os atores tiveram liberdade para improvisar seus textos, o que fez com que alguns deles acabassem exagerando um pouco. Robert De Niro, por exemplo, não conseguiu se concentrar em uma cena em que tinha que contar dinheiro. O motivo foi que ele não gostou da sensação das notas falsas, o que obrigou a equipe a ir a um caixa eletrônico e tirar 5 mil dól…

Leia o artigo em AdoroCinema

Para ver hoje à noite: É um escândalo ver que Robert De Niro não levou o Oscar de Melhor Ator por este filme!

O roteirista deste clássico finalmente responde à pergunta que os fãs de Scorsese sempre fizeram

"Um monumento do cinema": Avaliado em 4,6 de 5, este é o melhor filme de Scorsese!

Adoro Cinema
Compartilhar
Publicidade
Publicidade