PUBLICIDADE

Warner quer diretor de Godzilla vs. Kong em próximo filme de monstros

28 abr 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Warner / Pipoca Moderna

A Warner e a Legendary ficaram muito satisfeitas com o desempenho de "Godzilla vs. Kong" nas bilheterias e agora tentam manter o diretor Adam Wingard na franquia. De acordo com o site da revista The Hollywood Reporter, o cineasta está negociando dirigir um novo longa do MonsterVerso do estúdio.

Wingard seria o primeiro diretor a retornar a este universo de monstros gigantes desde que "Godzilla" deu início à parceria da Legendary com a produtora japonesa Toho em 2014, resultando em US$ 524 milhões em receitas globais.

No momento, não há cronograma para o projeto, já que Wingard se tornou muito popular e requisitado. A Warner Bros., por exemplo, já fechou com o diretor o comando de um longa-metragem baseado no desenho animado "Thundercats", enquanto a Paramount o contratou para comandar uma sequência de "A Outra Face", thriller de 1997 estrelado por Nicolas Cage e John Travolta.

Durante as entrevistas para a divulgação de "Godzilla vs. Kong", o cineasta revelou ter ficado muito envolvido nos bastidores da produção, especialmente na construção da Terra Oca, onde os personagens encontraram o trono original de Kong. Na ocasião, ele teria concebido muitas possibilidades que desistiu de explorar porque renderiam um filme novo. Por conta disso, o THR afirma que o próximo projeto poderia se passar na Terra Oca e ser "Son of Kong" (o Filho de Kong).

Vale lembrar que a continuação não tem nem sequer roteirista contratado, porque a expectativa era encerrar o MonsterVerso com "Godzilla vs. Kong". Os estúdios foram surpreendidos com o sucesso do filme, por causa do fracasso do longa anterior, "Godzilla II: Rei dos Monstros", que custou US $ 170 milhões para ser feito e arrecadou apenas US$ 386 milhões em todo o mundo, antes da pandemia - sem esquecer as críticas negativas que recebeu: 42% de aprovação no Rotten Tomatoes.

"Godzilla vs. Kong" já faturou US$ 406 milhões e ainda atraiu muitos assinantes para a HBO Max, que exibiu o longa simultaneamente aos cinemas. Além disso, conquistou a crítica, atingindo 75% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade