PUBLICIDADE

"Sing 2" é a principal estreia de cinema da semana

6 jan 2022 00h32
| atualizado em 7/1/2022 às 21h36
ver comentários
Publicidade
Foto: sing_two_ver23_xlg / Pipoca Moderna

Os cinemas recebem cinco lançamentos nesta quinta (6/12), com destaque para a animação musical "Sing 2", com distribuição no maior número de salas.

A segunda estreia mais ampla é um filme de ação: "King's Man: A Origem", prólogo ultraconservador da franquia "Kingsman".

Os demais lançamentos são um derivado da série anime "My Hero Academy" e dois títulos de circuito limitado - o novo Woody Allen e uma produção japonesa premiada.

Confira abaixo os trailers e mais detalhes de cada estreia.

SING 2

 

A continuação de "Sing: Quem Canta Seus Males Espanta" (2016), animação-karaokê em que bichos buscam o estrelato cantando sucessos da música pop, volta a reunir os integrantes do concurso de calouros do primeiro filme. Desta vez, eles convencem um magnata do entretenimento a bancar seu grande show, mentindo que um cantor lendário será a atração principal. Só que o tal ídolo do rock se encontra recluso.

Além da volta dos dubladores originais, incluindo Matthew McConaughey, Reese Witherspoon, Scarlett Johansson, Taron Egerton, Tori Kelly e Nick Kroll, "Sing 2" traz ninguém menos que Bono Vox, do U2, como o cantor icônico que os protagonistas tentam convencer a retomar a carreira. Envolvida na produção - e com várias músicas na trilha - , a banda U2 compôs a música-tema do desenho.

Para não ficar atrás, a versão dublada em português também incluiu alguns cantores brasileiros, com destaque para Sandy, Lexa, Wanessa Camargo, Paulo Ricardo, Any Gabrielly e até a dupla de pai e filho Fábio Jr e Fiuk. Uma boa alternativa, já que a maioria das cópias chegam dubladas.

KING'S MAN - A ORIGEM

 

Concebido como prólogo da franquia "Kingsman", este filme também pode ter virado o epílogo das adaptações dos quadrinhos de Mark Millar após fracassar nas bilheterias e com a crítica dos EUA (43% de aprovação no Rotten Tomatoes). Passada na época da 1ª Guerra Mundial, a trama conta a origem da agência de espionagem britânica escondida nos fundos de uma alfaiataria de Londres, mas sem a diversão dos primeiros filmes e com um subtexto assumidamente pró-conservadorismo, enaltecendo a suposta superioridade da elite britânica em plena era da brutalidade colonialista.

Novamente dirigido por Matthew Vaughn, responsável pelos dois "Kingsman" anteriores, o filme reúne um elenco grandioso, encabeçado por Ralph Fiennes (o M da franquia "James Bond"), Harris Dickinson ("Mentes Sombrias"), Gemma Arterton ("Mistério no Mediterrâneo"), Djimon Honsou ("Capitão Marvel") e Rhys Ifans ("O Espetacular Homem-Aranha"), que vive o vilão/alívio cômico Rasputin.

O FESTIVAL DO AMOR

 

O último filme de Woody Allen foi realizado em meio à campanha de difamação movida por seus filhos, Dylan e Ronan Farrow, que retomaram antigas acusações por um suposto abuso cometido contra Dylan quando ela tinha sete anos, em 1992. Inocentado na época, mas condenado 30 nos depois na opinião pública, Allen perdeu parceiros de negócios e viu atores que venceram o Oscar com sua ajuda virarem-lhe as costas.

Por conta disso, "O Festival do Amor" é o mais independente de seus filmes, sem produtora americana ou grandes astros. Rodado no verão de 2019 em San Sebastián, na Espanha, a trama gira em torno de um casal americano que participa do Festival de cinema local. O elenco é basicamente europeu, formado pelos espanhóis Elena Anaya ("A Pele que Habito") e Sergi López ("O Labirinto do Fauno"), o francês Louis Garrel ("O Oficial e o Espião"), o austríaco Christoph Waltz ("007 Contra Spectre") e dois atores americanos nos papéis principais, Gina Gershon ("Riverdale") e Wallace Shawn ("Young Sheldon").

RODA DO DESTINO

 

Premiado com o Urso de Prata no Festival de Berlim do ano passado, o filme de Ryûsuke Hamaguchi ("Asako I & II") acompanha três casais em histórias paralelas de romance. As situações incluem um inesperado triângulo amoroso, uma armadilha de sedução que dá errado e um encontro resultante de um mal-entendido, que conduzem a escolhas e arrependimentos.

Hamaguchi terminou o ano em alta devido a outro drama lançado em 2021, "Drive My Car", considerado favorito para o Oscar de Melhor Filme Internacional.

MY HERO ACADEMIA - MISSÃO MUNDIAL DE HERÓIS

 

Terceiro longa derivado da série animada japonesa, o filme acompanha a ameaça de uma organização sinistra, que planeja eliminar todos os humanos com superpoderes, forçando os heróis em treinamento a trabalhar como equipe. O detalhe é que eles têm apenas duas horas para salvar o mundo.

Atualmente em sua 5ª temporada, a série original é disponibilizada na plataforma Crunchyroll.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade