4 eventos ao vivo

Madonna anuncia que vai dirigir filme sobre sua vida

15 set 2020
19h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Instagram/Madonna / Pipoca Moderna

Depois de confirmar que estava ajudando a roteirista Diablo Cody (vencedora do Oscar por "Juno") a escrever um filme sobre sua vida, Madonna anunciou que ela própria vai dirigir a produção.

A estrela da música pop se associou à poderosa produtora Amy Pascal, ex-presidente da Sony Pictures e responsável pelos novos filmes do Homem-Aranha, e fechou investimento e distribuição com o estúdio Universal para realizar o longa.

O filme literalmente autobiográfico tem título provisório de "Live to Tell", que quer dizer "viver para contar" e é também nome de uma música de Madonna, mas ainda não possui previsão de estreia.

"Quero transmitir a incrível jornada a que a vida me levou como artista, música, dançarina - um ser humano tentando abrir seu caminho neste mundo", disse Madonna, em comunicado oficial sobre o projeto. "O foco desse filme sempre será a música. A música me manteve seguindo em frente e a arte me manteve viva. Existem tantas histórias inspiradoras e não contadas e quem melhor para contá-las do que eu? É essencial compartilhar a montanha-russa da minha vida com minha voz e visão. "

Madonna e Diablo Cody têm divulgado o progresso do roteiro há um mês, em diversos vídeos no Instagram. Num vídeo postado na quinta (10/9), elas celebraram ter ultrapassado as 100 primeiras páginas. "E tenho tanto mais para contar…", disse Madonna na ocasião.

O filme vai abordar a chegada da cantora na Manhattan dos anos 1980, quando conviveu com artistas como Andy Warhol, Keith Haring, Jean-Michel Basquiat e Martin Burgoyne, e se tornou uma figura conhecida na cena dançante da época.

"Honestamente, [aquela fase foi] um dos melhores momentos da minha vida, e um dos piores também. Espero poder retratar ou expressar como foi emocionante para mim em todos os sentidos", ela afirmou anteriormente sobre o projeto.

A cantora também adiantou que a obra não será um musical, ainda que tenha muita música envolvida. E prometeu "uma cena incrível da composição da canção 'Like a Prayer'", a história de sua experiência "devastadora" com a Pepsi e os bastidores da canção "Vogue".

Ela ainda garantiu que retratará alguns episódios conturbados da carreira, citando brigas nos bastidores de "Evita" (1996) com Andrew Lloyd Webber, autor do musical que inspirou o longa.

Com uma carreira que se estende por quase quatro décadas e vai muito além da música, o que não vai faltar é assunto. A relevância contínua de Madonna deve-se ao seu destemor em se reinventar, algo que ela fez com sua música nos anos 1990 e quando decidiu se tornar diretora de cinema.

O filme sobre ela mesma será seu terceiro longa, após "Sujos e Sábios" (2008) e "W.E.: O Romance do Século" (2011).

A próxima etapa da produção deve ser a mais curiosa. Ver quem Madonna escolherá para interpretá-la.

Veja também:

Kate Winslet lamenta ter trabalhado com Polanski e Allen
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade