PUBLICIDADE

Confira as maiores surpresas das indicações ao Oscar 2022

"Ataque dos Cães" lidera com indicações em 12 categorias e tem a primeira diretora indicada pela segunda vez ao prêmio em 94 anos

8 fev 2022 12h29
| atualizado às 16h08
ver comentários
Publicidade

Houve muita surpresa nas indicações ao Oscar 2022, que saíram nesta terça de manhã em Los Angeles. “Ataque dos Cães”, um filme da Netflix, lidera as indicações com 12 no total. Sua diretora, Jane Campion, é a primeira mulher em 94 anos a ser indicada pela segunda vez à estatueta de melhor direção. E uma curiosidade: ela enfrenta de novo Steven Spielberg (“West Side Story). Em 1994, ela concorria por “O Piano” e ele venceu por “A Lista de Schindler”.

O longa de Campion também pode entrar para a história como o primeiro com direção de fotografia assinada por uma mulher a levar a estatueta. A diretora de fotografia Ari Wegner pode finalmente levar este Oscar por seu trabalho em "O Ataque dos Cães". 

Kirsten Dunst em cena de "Ataque dos Cães", recordista em indicações ao Oscar. Ela e três colegas também foram indicados
Kirsten Dunst em cena de "Ataque dos Cães", recordista em indicações ao Oscar. Ela e três colegas também foram indicados
Foto: Divulgação

Outros filmes que lideraram as indicações foram “Duna” (10 categorias), “Belfast” e “West Side Story” (7 categorias cada).

Na lista das indicações a Melhor Filme, dois longas são dirigidos por mulheres: o já citado "Ataque dos Cães", de Jane Campion, e "No Ritmo do Coração", coda, de Sian Heder, que levou o prêmio principal do Festival de Sundance 2021, o de Melhor Longa de Ficção da Competição Norte-Americana. 

"King Richard: criando campeãs", além de ter rendido a indicação de Melhor Ator a Will Smith, entre outros, prêmios, está indicado a Melhor Filme, mas não a melhor direção, que é assinada por Reinaldo Marcus Green. Na categoria de Melhor Direção este ano, não há cineastas negros. Além de Campion e Spielberg, foram indicados Kenneth Branagh ("Belfast"), o japonês Ryusuke Hamaguchi ("Drive my car") e Paul Thomas Anderson ("Licorice Pizza"). 

O talento brasileiro marca presença com o curta "Lead Me Home" ("Onde eu Moro") , indicado a Melhor Curta em Documentário, que tem o cineasta e documentarista Pedro Kos  como um dos diretores, ao lado de Jon Shenk.  O filme conta a história de moradores de rua nos Estados Unidos e alerta para a crise humanitária que assola não só aquele país, mas diversos países do mundo, que viram, principalmente durante a Pandemia, sua população de pessoas em situação de rua aumentar exponencialmente. 

 

Confira outras curiosidades sobre as indicações:

- Em ator, a briga vai ser entre Benedict Cumberbatch (Ataque dos Cães) contra Will Smith (King Richard, terceira indicação dele), com Denzel Washington (A Tragédia de Macbeth) correndo por fora.

- Lady Gaga (Casa Gucci) ficou sem indicação, e Penélope Cruz (Mães Paralelas) foi uma grande surpresa ao aparecer entre as indicadas.

- Um filme japonês (Drive My Car), de Ryusuke Hamaguchi, foi indicado em 4 categorias nobres: melhor filme, direção, filme estrangeiro e roteiro adaptado. O longa levou o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Cannes 2021, escrito por Ryusuke Hamaguchi e Takamasa Oe. É Parasita abrindo portas pro cinema asiático no Oscar.

O japonês "Drive my Car" foi indicado em quatro categorias, incluindo Melhor Filme e direção
O japonês "Drive my Car" foi indicado em quatro categorias, incluindo Melhor Filme e direção
Foto: Divulgacao

- Pela primeira vez na história, um mesmo filme concorre nas categorias de Documentário, Animação e Filme Internacional. É o dinamarquês Flee ( A Fuga), de Jonas Poher Rasmussen, que utiliza a animação para contar a história de Amin, um imigrande afegão que se tornou um dos melhores amigos do diretor. Para retratar os horrores que Amin passou desde que deixou com sua família o Afeganistão há mais de 20 anos, Rasmussen realizou dez entrevistas em que filmou Amin deitado, com uma câmera posicionada sobre o amigo. E misturou as técnicas de animação às imagens reais de arquivo para narrar uma história repleta de memórias e ainda, infelizmente, atual. 

"Flee" conseguiu o feito inédito de ter sido indicado a Melhor Animação, Filme Internacional e Documentário
"Flee" conseguiu o feito inédito de ter sido indicado a Melhor Animação, Filme Internacional e Documentário
Foto: divulgacao

- O  norueguês "The worst person in the world" ( A Pior Pessoa do Mundo), de Joachim Trier, também surge bem entre os filmes estrangeiros, com indicação a Melhor Filme Internacional e Melhor Roteiro Original para Eskil Vogt. A comédia romântica que conta a história de descoberta e amadurecimento da jovem Julie rende a Renate Reinsve a Palma de Ouro de Melhor Atriz no Festival de Cannes 2021. 

 

ONDE VER OS FILMES

Dos dez indicados a melhor filme, cinco já podem ser vistos no streaming:

- “Não Olhe pra Cima” e “Ataque dos Cães” (Netflix)

- “Duna” e “King Richard” (HBO Max).

- “CODA” ("No Ritmo do Coração") (Amazon)

 

Nos cinemas, ao menos outros quatro puderam ou poderão ser vistos nas próximas semanas.

West Side Story já saiu de cartaz;

O Beco do Pesadelo está em cartaz

Licorice Pizza estreia dia 17/2

Belfast estreia 10/3

Drive My Car sem previsão de estreia

 

Confira as principais indicações:

 

MELHOR FILME

"Belfast"

"Não olhe para cima"

"Duna"

"Licorice pizza"

"Ataque dos cães"

"No ritmo do coração"

"Drive my car"

"King Richard: criando campeãs"

"O beco do pesadelo"

"Amor, sublime amor"

 

MELHOR DIREÇÃO

Kenneth Branagh - "Belfast"

Ryusuke Hamaguchi - "Drive my car"

Jane Campion - "Ataque dos cães"

Steven Spielberg - "Amor, sublime amor"

Paul Thomas Anderson - "Licorice Pizza"

 

MELHOR ATRIZ

Jessica Chastain - "The eyes of Tammy Faye"

Olivia Colman - "A filha perdida"

Penélope Cruz - "Mães paralelas"

Nicole Kidman - "Apresentando os Ricardos"

Kirsten Stewart - "Spencer"

 

MELHOR ATOR

Javier Bardem - "Apresentando os Ricardos"

Benedict Cumberbatch - "Ataque dos cães"

Andrew Garfield - "Tick, tick... Boom!"

Will Smith - "King Richard: criando campeãs"

Denzel Washington - "A tragédia de Macbeth"

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Jessie Buckley - "A filha perdida"

Ariana DeBose - "Amor, sublime amor"

Judi Dench - "Belfast"

Kirsten Dunst - "Ataque dos cães"

Aunjanue Ellis - "King Richard: criando campeãs"

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Ciarán Hinds - "Belfast"

Troy Kotsur - "No ritmo do coração"

Jesse Plemons - "Ataque dos cães"

J.K. Simmons - "Apresentando os Ricardos"

Kodi Smit-McPhee - "Ataque dos cães"

 

MELHOR FILME INTERNACIONAL

"Drive my car" - Japão

"Flee" - Dinamarca

"A Mão de Deus" - Itália

"A Felicidade das Pequenas Coisas" - Butão

"A Pior Pessoa do Mundo" – Noruega

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

"CODA - No ritmo do coração"

"Drive my car"

"Duna"

"A filha perdida"

"Ataque dos cães"

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

"Belfast"

"Não olhe para cima"

"King Richard: criando campeãs"

"Licorice pizza"

"A pior pessoa do mundo"

 

MELHOR ANIMAÇÃO

"Flee"

"Luca"

"A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas"

"Raya e o Último Dragão"

"Encanto"

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

"Ascension"

"Attica"

"Flee"

"Summer of Soul (Ou, Quando a Revolução Não Pode Ser Televisionada)"

"Writing With Fire"

 

MELHOR FOTOGRAFIA

"Duna"

"Ataque dos Cães"

"Beco do Pesadelo"

"A Tragédia de Macbeth"

"Amor, Sublime Amor"

Plano Geral
Publicidade
Publicidade