5 eventos ao vivo

Clássicos do cinema para ver em casa por streaming

Streaming continua a ser a opção mais segura para quem quer ver filmes sem risco de contaminação

1 dez 2020
03h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os números voltaram a ser preocupantes e a covid-19 está longe de ser controlada. Os riscos de contaminação são reais e todo cuidado é pouco. Nesse quadro, o streaming continua a ser a opção mais segura para quem quer ver filmes sem risco de contaminação.

O Cônsul Honorário

Baseada no livro de Graham Greene - que o próprio escritor considerava um de seus favoritos -, a história do médico que se une a guerrilheiros para sequestrar o cônsul do título. O objetivo de uns é político, do cônsul é pessoal - ele é amante da mulher do homem a quem planeja destruir. Embora não esteja à altura das implicações do original, o filme é sólido, senão brilhante. John Mackenzie dirige Michael Caine, Richard Gere e Bob Hoskins. Não é pouca coisa. No Belas Artes à la Carte.

Nimic

O grego Yorgos Lanthimos ganhou projeção mundial graças à chancela do Festival de Cannes e do Oscar. Aqui, o diretor precisa de apenas 12 minutos - é curta - para contar a história do músico (Matt Dillon) que conhece mulher misteriosa no metrô e sua vida muda para sempre. Lanthimos gosta de filmar interiores com lentes usadas para externas, como a grande ocular. O efeito às vezes desconcerta, mas virou marca dele. Na Mubi.

Órfãos da Terra

Duca Rashid e Thelma Guedes escreveram a novela sobre refugiados sírios no Brasil que ganhou o Emmy Internacional. É um belo trabalho do diretor-geral André Câmara, que teve entre os seus colaboradores o talentoso Bruno Safadi. A história de Jamil e Laila, e como a pérfida e poderosa Dalila tenta separar os dois. Renato Góes, Julia Dalavia e Alice Wegmann formam o trio e um grande elenco de coadjuvantes marca presença. Paulo Betti, Eliane Giardini, Flávio Migliaccio, Osmar Prado...

Paris, Texas

O vencedor da Palma de Ouro de 1984 inicia a programação mensal dedicada a Wim Wenders - Jornadas Sem Retorno. Travis/Harry Dean Stanton emerge transtornado do deserto e com o filho inicia uma busca pela mulher. O roteiro de Sam Shepard, a fotografia de Robby Muller, a trilha de Ry Cooder, a beleza de Nastassja Kinski. Um clássico que vale rever. Outros filmes de Wenders no programa: Alice nas Cidades, No Decurso do Tempo, O Amigo Americano. Na Mubi.

Pink Narcissus

A história do jovem prostituto gay que libera suas fantasias no quarto de paredes rosadas em que costuma receber seus clientes. James Bidgood dirige Don Brooks e o filme pode não se destinar a todos os públicos, mas virou obra de culto. No Belas Artes à La Carte.

É JORNALISTA E CRÍTICO DO 'ESTADÃO', AUTOR DE 'CINEMA. ENTRE A REALIDADE E O ARTIFÍCIO'

Veja também:

Umbrella: a história de um guarda-chuva que emociona
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade