1 evento ao vivo

SXSW 2018: Darren Aronofsky debate os significados por trás de Mãe! e diz que evangélicos sabotaram Noé

#AdoroTreta

13 mar 2018
11h18
atualizado às 12h42
  • separator
  • comentários

Apesar de ter uma carreira elogiada, os últimos trabalhos de Darren Aronofsky foram bem polêmicos. Logo, quem melhor do que o próprio cineasta para falar de tais ambiciosos projetos?

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Durante painel no SXSW 2018, Aronofsky voltou a falar sobre Mãe!, filme estrelado por Jennifer Lawrence que causou muita controvérsia dentre crítica e público, seja por sua brutalidade ou por suas complicadas metáforas. "Eu queria fazer um filme sobre a mãe natureza e como nós a tratamos. Da maneira que vejo, é algo incrivelmente desrespeitoso. Nós a roubamos, nós a estupramos, nós a chamamos de suja. Por isso, Jennifer a interpretou daquela forma, tem muita emoção ali."

Ele também confirmou que o papel de Javier Bardem representava Deus. "Eu lia a Biblia e via como o Antigo Testamento era apresentado. Quando você pensa sobre aquele Deus... Se você não reza pra ele, ele te mata! Que tipo de personagem faz isso? Para mim, a ideia foi transformar isso numa emoção humana." Para investigar melhor as outras analogias de Mãe! , confira a matéria especial do AdoroCinema analisando tal produção.

Porém, Aronofsky ainda encontrou tempo para falar sobre as dificuldades da produção de Nóe, longa de 2014 que trazia Russell Crowe no papel principal. Afinal, os produtores da Paramount Pictures não estavam muito satisfeitos como sua visão para tal história.

"Quando começamos a fazer sessões de teste, fomos para algumas cidades pequenas do país. Surpresa, surpresa! Os evangélicos não gostaram! Teve um determinado momento que [os produtores] pegaram minha versão de duas horas e 20 minutos e transformaram num corte de 85 minutos com música gospel. Mas acabou tendo reações piores que a minha. Foi uma grande e longa batalha, mas, eventualmente, consegui vencer."

Com Jennifer Connelly, Emma Watson e Anthony Hopkins no elenco, o filme acabou rendendo US$ 362 milhões nas bilheterias mundiais. Já Mãe! conseguiu apenas US$ 44 milhões em todo o mundo.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade