2 eventos ao vivo

Sangue de Stan Lee teria sido roubado para fabricar canetas

Seria essa a notícia mais esquisita do ano?

3 abr 2018
10h59
atualizado às 11h49
  • separator
  • comentários

Se você achava que a notícia de que Barbra Streisand clonou sua própria cachorra de estimação era o suprassumo da esquisitice, espere até ler o seguinte: de acordo com informações do TMZ, um sócio de Stan Lee teria roubado uma quantidade não especificada do sangue do famoso quadrinista e roteirista para fabricar bizarras canetas de colecionador.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Segundo a reportagem, o ex-associado de Lee teria abordado uma das enfermeiras do magnata de 95 anos alegando ter uma procuração médica que lhe dava plenos poderes para demandar a retirada de uma amostra do sangue de Lee. A enfermeira teria, então, preenchido inúmeros tubos; em poder do associado ainda anônimo, as amostras sanguíneas seriam destinadas a completar o corpo de canetas ligadas ao célebre roteirista e à sua companhia. E como se roubar sangue de Lee não fosse o bastante, a equipe do roteirista também acredita que o mesmo antigo sócio do magnata tenha roubado aproximadamente US$ 300 mil, além de ter adquirido uma casa de US$ 850 mil através do dinheiro do próprio Lee.

Como a informação partiu do TMZ, é preciso levar em consideração o fato de que a notícia pode não passar de um mero rumor. No entanto, também é verdade que o tabloide já acertou anteriormente em suas reportagens e que relatos de ocorrências bizarras motivadas pelo culto às grandes personalidades da indústria do entretenimento não são nada raros.

Por fim, fica a lição: se você é uma celebridade, escolha seus amigos e parceiros comerciais com cuidado porque, mais cedo ou mais tarde, eles podem acabar roubando o seu sangue.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade