0

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças: Cenas excluídas impactariam personagem de Jim Carrey

O filme é de 2004, mas vale mencionar que esta notícia contém spoilers.

13 jan 2018
09h25
  • separator
  • comentários

O onirismo vivaz de Michel Gondry se casou perfeitamente com o enredo melancólico e escapista do roteirista Charlie Kaufman em Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Com a participação fundamental de um elenco inspiradíssimo, o cineasta francês e o autor americano fizeram um dos filmes de romance mais cultuados das últimas décadas.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Jim Carrey, em uma tocante performance dramática, vive um homem que sofre por saber que sua ex-namorada, vivida por uma Kate Winslet de cabelos coloridos, decidiu apagá-lo de sua memória -- literalmente.

Para os fãs, o filme é repleto de momentos marcantes, como quando Joel (Carrey) e Clementine (Winslet) deitam em um lago congelado, ou quando ambos os personagens vasculham as memórias mais antigas do homem.

O filme poderia, entretanto, ter sido bem diferente se Gondry tivesse mantido uma personagem que foi cortada na ilha de edição. Ellen Pompeo (Grey's Anatomy)  chegou a rodar cenas no papel de Naomi, uma mulher do passado de Joel, mas ela não está no corte final.

A fim de examinar o que significou o descarte das cenas com Naomi em Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças , o autor Daniel Netzel, através de um vídeo-ensaio publicado no canal Film Radar, diz que a ausência da personagem ajuda o público a sentir empatia por Joel. Veja o material, que conta com as cenas deletadas e traz legendas apenas em inglês, no final desta notícia.

Com uma narrativa fragmentada e não-linear, o longa-metragem mostra o que parece ser um encontro espontâneo entre dois estranhos, Joel e Clementine. Aos poucos, o espectador descobre que os dois já se conheciam antes, namoraram e viveram juntos por dois anos, terminaram o relacionamento e se submeteram a um tratamento médico para apagar as lembranças que tinham um do outro.


Jim Carrey e Kate Winslet com as crianças que interpretaram suas versões infatis (Ryan Whitney e Lola Daehler, respectivamente) durante as gravações de Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças.

Nas cenas excluídas nas quais Carrey contracena com Ellen Pompeo, descobrimos que ele namorava com Naomi quando começopu a flertar com Clementine. Joel e Naomi namoraram por alguns anos até que os dois protagonistas do filme se conheceram numa festa na praia. Anos depois, mesmo após se submeter ao procedimento de supressão de memórias para esquecer da personagem de Winslet (com quem viria a se reencontrar), havia cenas rodadas nas quais Joel se reaproximava de Naomi e, inclusive, se reaproximava dela como se os dois fossem reatar.

Caso as cenas tivesse sido mantidas no corte final, todo o romance entre Joel e Clementine teria sido visto com outros olhos pelo espectador. "A impressão que tínhamos de Joel ser uma pessoa tímida [diante de Clementine] agora soa como culpa", diz Netzel no vídeo-ensaio. "O contexto pintado por essas cenas deletadas dá uma nova imagem para Joel, diferente da imagem que nós conhecemos no corte final. Ele exibe comportamentos que o fazem parecer egoísta e mais impulsivo."

O vídeo chama a atenção para o quanto a montagem é importante, especialmente em um filme complexo e não-linear como Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças . Caso as cenas com Naomi tivessem sido mantidas, todo o relacionamento de Joel e Clementine seria construído em um ato de traição, "o que pode explicar porque Joel desconfia tanto que Clementine o trai", argumenta Netzel. "Esta semente de desconfiança cresce no meio do relacionamento deles, destruindo tudo que eles construíram até que nenhum dos dois aguente mais."

No final das contas, o arco de Naomi permanece no filme, mas o corte final conta apenas com breves alusões à personagem e ela nunca é vista. Assim, as sugestões e subtextos permitem que o espectador monte seu próprio quebra-cabeças sobre os personagens.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade