0

10 razões que provam como The Originals é melhor que The Vampire Diaries

#AdoroTreta

28 jul 2018
09h54
atualizado às 13h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Ok, antes que comecem a xingar o AdoroCinema nas redes sociais, sejamos sinceros: The Vampire Diaries nunca foi perfeita. Qualquer fã sabe disso. Então, quando Julie Plec anunciou a produção de um spin-off, nem todo mundo enxergou tal ideia com bons olhos. Seja por ter atrapalhado algum 'ship' favorito, por não querer perder os originais, ou pelo medo de Hope (Summer Fontana/Danielle Rose Russell) virar uma espécie de Renesmée (Mackenzie Foy) da saga Crepúsculo...

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

A surpresa surgiu quando The Originals apresentou uma trama mais empolgante, densa e atraente que sua série original. Ninguém está falando que alguma das obras citadas aqui seja ruim. Porém, é interessante ver como Plec aprendeu com alguns de seus erros e o spin-off foi ganhando atenção de público e crítica! E está na hora desse show ser valorizado!

Duvida? Pois o AdoroCinema nunca entre numa treta sem argumentos, então confira dez razões que fizeram The Originals ser melhor que The Vampire Diaries!

1 - Nada de triangulos amorosos!


Defenda TVD o quanto quiser, mas não diga que aquela enrolação de Elena (Nina Dobrev) para escolher entre Stefan (Paul Wesley) e Damon (Ian Somerhalder) durante metade da série não irritou qualquer fã... E basicamente todos os outros personagens também se envolveram em disputas românticas! Inclusive Klaus (Joseph Morgan), que acabou não tendo uma vida romântica badalada em The Originals. O spin-off também apresentou 'ships' adorados (ou odiados!), porém eles nunca foram o foco da trama. O máximo de triângulo amoroso aconteceu entre Elijah (Daniel Gillies), Hayley (Phoebe Tonkin) e Jackson (Nathan Parsons), mesmo assim não era o centro dramático da ocasião. Pelo contrário, o vampiro original entende como sua amada precisa casar com o lobo, a fim de defender a filha e ajudar sua matilha.

2 - É uma história sobre familia


A gente zoa o Vin Diesel quando ele fala sobre família na franquia Velozes & Furiosos, mas é inegável como esse tipo de drama é capaz de atrair o espectador. Cada traição, escolha ou ação de algum personagem traz uma carga emocional muito mais efetiva e impactante para a história, embalada por mais de mil anos de tretas que fariam o Casos de Família se esconder num cantinho da Supernanny. Vai dizer que não dá uma alegria ver todos os irmãos Mikaelsons reunidos numa missão?

3 - Klaus é mais legal que Elena


Se sua personagem favorita em TVD era Elena, saiba que você faz parte de uma minoria. Não é a toa que o pessoal vibrava quando Katherine (Dobrev) voltava! Se ela era uma protagonista bem sonsa, não podemos dizer o mesmo de Klaus... Quando chegou, ele era um vilão imperdoável, capaz de matar inocentes, só para quebrar uma maldição. Os anos foram passando e o personagem foi evoluindo, mesmo mantendo seu lado sarcástico e sangrento. Hoje, ele passa a temporada final de The Originals fazendo qualquer sacríficio para salvar sua filha inocente — e ainda mantendo grandes falas. Sem falar que todos os membros da família Mikaelson são seres complexos, intrigantes e apaixonantes. Menos Finn (Casper Zafer). Ninguém gosta dele. 

4 - Vilões realmente dão medo!


Em defesa de TVD, o show teve grandes vilões como Katherine, Klaus, Kai (Chris Wood)... O problema é que, depois de um tempo, veio uma leva de personagens bem inesquecíveis! Markos (Raffi Barsoumian)? Hereges? Sybil (Nathalie Kelley)? Cade (Wolé Parks) who? No final, ninguém tinha medo dessa galera. O legal de The Originals é que todos seus vilões têm alguma conexão com a família Mikaelson, tornando cada treta bem mais tensa. Esther (Alice Evans) mandou matar a própria neta por causa da ameaça de Dahlia (Claudia Black)! Primeiro vampiro cirado por Klaus, Lucien (Andrew Lee) criou algo mais poderoso que os originais! Só para consideração: a menos ligada com tal família era Hollow (Blu Hunt) e, mesmo assim, era antepassada de Hayley e se apoderou de Hope, fazendo os quatro Mikaelsons se separarem a fim de salvá-la! Precisa dizer mais? 

5 - É mais maduro


Depois que você abre sua mente para aceitar um mundo fictício de vampiros, bruxos e lobos; é fácil perceber como The Originals surge bem mais madura entre ambos os shows. The Vampire Diaries acompanhava dramas de adolescentes que ainda estudavam no ensino médio/faculdade. Já a série derivada traz temas bem mais densos. Klaus precisa abraçar a paternidade, seja com Hope ou Marcel (Charles Michael Davis); Hayley quer descobrir a verdade sobre sua família; Elijah lida com séculos de mentiras e traumas sobre sua própria personalidade; Freya (Riley Voelkel) viveu aprisionada pela tia durante séculos; Davina passou de jovem sacrificada para líder de bruxas e inimigas de espíritos... Isso sem falar numas cenas briutais que o show teve, seja Freya arrancando pedaço da pele da Rebekah ou Klaus pintando com sangue dos inimigos!

6 - Se conecta com histórias reais


Enquanto TVD se passa numa cidade fictícia, a amada Mystic Falls; The Originals tem a sorte de ser ambientada em Nova Orleans, um lugar cheio de mitos e com uma própria cultura exótica. Logo, os roteiristas sempre tentam encaixar parte da realidade local na experiência dos Mikaelsons, o que traz um toque especial. Uma lenda abordada no show é a das Casket Girls, jovens incentivadas a ir para NoLa a fim de encontrar maridos ricos. Porém, isso era tudo uma mentira do prefeito que queria incentivar a economia local, então muitas tiveram que se abrigar no convento Ursuline. Como tais garotas vinham com grandes caixas que pareciam caixões, o pessoal da época pensava que elas carregavam vampiros, que habitam o local até hoje, teoricamente. Na trama, Rebekah faz parte dessa mitologia e salvou as jovens que seriam atacadas por homens da região. #GirlPower

7 - Sabe usar referencias de outras temporadas


Lembra que The Vampire Diaries era sobre diários de vampiros e eles meio que esqueceram disso por alguns anos? The Originals sabe usar detalhes que pareciam pouco relevantes para se tornar elementos cruciais em outras temporadas. Por exemplo, falemos daquela peça de xadrez feita por Klaus para Rebekah quando eram crianças. No final da primeira temporada, o símbolo do relacionamento 'klebekah' também se aplica a 'klope' quando ele dá tal brinquedo para filha. Dois anos depois, foi revelado como ela era o último pedaço de carvalho branco - a arma capaz de matar os originais! Outro exemplo? O momento que descobrimos como Hollow era parente de Hayley e Hope ao ver que as três carregavam a mesma marca da matilha Crescente!

8 - Aprofunda mitologia sobrenatural


Um dos grandes trunfos de The Originals é ter a chance de colocar a família Mikaelson no meio da narrativa. Assim, a narrativa tem 1000 anos de história sobrenatural para explorar e sempre foi capaz de trazer momentos que nos fizeram repensar tudo aquilo que aprendemos em TVD! Quando descobrimos que não foi Esther quem matou Tatia (Dobrev), mas Elijah, isso muda algo que foi a base da história dos originais. Ou quando Rebekah atraiu Mikael para caçar Klaus; ou como são 7 irmãos Mikaelson e não 6; Klaus se desconectando da sua linhagem, afetando diretamente TVD... São essas conexões surpreendentes que mantém interesse em ambos os shows.

9 - Não tem medo de matar geral


Levante a mão se você lembra quantas vezes Bonnie (Kat Graham) morreu e voltou. E mesmo se determinado personagem realmente faleceu em TVD, existe 80% de chances dele ter aparecido como fantasma ou flashback. É verdade que The Originais também usa tal ferramenta, porém bem menos que sua série original. E não tem medo de sair matando personagens regulares ou importantes. Pergunte para Sophia (Daniella Pineda), Cami (Leah Pipes), Jackson, Hayley, Josh (Steven Krueger)...

10 - Sabe a hora de terminar


É muito difícil dizer adeus para sua série favorita, porém ainda é melhor do que ver aquele show que você ama ir apodrecendo aos poucos. Fugindo do cancelamento, The Originals teve uma temporada final para encerrar suas tramas, enquanto os dois anos finais de The Vampire Diaries são bem desnecessários. A verdade dói.

A temporada final de The Originals termina em 1º de agosto. Já o novo spin-off Legacies estreia em 25 de outubro na CW.

AdoroCinema
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade